Publicidade

cotidiano

Polícia prende acusado de matar por vingança na região de Ribeirão

Homem de 21 anos foi alvo de mandado de prisão nesta quarta (29), em Sertãozinho; vítima foi morta com tiros na cabeça no último dia 17, em Cruz das Posses

| ACidadeON/Ribeirao -

Suspeito de 21 anos foi preso nesta quarta-feira (29) (Foto: Divulgação / Polícia Civil)
A Polícia Civil prendeu um homem de 21 anos suspeito de um homicídio no distrito de Cruz das Posses, em Sertãozinho. O crime, registrado no dia 17 de dezembro, vitimou um homem, 40, e teria sido motivado por vingança, conforme apontou a investigação. A vítima foi baleada na cabeça.
 
VEJA TAMBÉM: Delegada confronta menor sobre intenção de lançar bomba que matou Aylla 

Nesta quarta-feira (29), os policiais cumpriram mandado de prisão temporária contra o suspeito, em Sertãozinho. O local e o nome dele, contudo, não foram informados.

A investigação também apontou que, logo após balear a vítima na rua 7 de Setembro, o indiciado teria deixado o local do crime em uma motocicleta.  

Ele foi identificado por meio de imagens de câmeras de segurança, de acordo com a Polícia Civil.  

O motivo da desavença também não foi revelado. 

Ação 

Testemunhas disseram aos policiais que os dois homens conversaram por um tempo e, na sequência, o atirador sacou a arma e fez os disparos. Toda a ação ocorreu em plena luz do dia. 

A vítima chegou a ser levado à UBS (Unidade Básica de Saúde) do distrito, mas não resistiu aos ferimentos.  

O delegado Targino Osório disse que a vítima tinha passagem policial.

"Foi preso em março deste ano por ter descumprido medida protetiva imposta para não se aproximar da ex-mulher (...) Em setembro foi preso novamente, ele teria agredido a própria mãe (...) mas foi solto logo em seguida", explicou em uma entrevista à rádio CBN Ribeirão.

O suspeito do crime foi encaminhado à Cadeia Pública de Pradópolis, onde deverá permanecer à disposição da Justiça. 
 

Mandado de prisão temporária foi cumprido na manhã desta quarta-feira (29), em Sertãozinho (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

Mais notícias


Publicidade