Publicidade

cotidiano

Loja de roupas é alvo de roubo e furto em intervalo de 16h em Franca

Crimes ocorreram entre terça (28) e quarta (29); suspeitos chegaram a utilizar carro em marcha à ré para invadir estabelecimento

| ACidadeON/Ribeirao -

Gangue da marcha à ré invadiu estabelecimento na madrugada desta quarta-feira (29), em Franca (Imagem: Reprodução / Rede social)
Uma loja de roupas foi alvo de furto e roubo em aproximadamente 16 horas, entre esta terça-feira (28) e quarta-feira (29), em Franca, município a 90 quilômetros de Ribeirão Preto. 
 
VEJA TAMBÉM: Polícia prende acusado de matar por vingança na região de Ribeirão

No furto, um trio utilizou um carro em marcha à ré para destruir a porta do comércio na avenida Ministro Rui Barbosa, no Jardim Santa Efigênia. (assista ao vídeo abaixo)

Após o roubo e o furto, o estabelecimento também foi alvo de uma tentativa de furto.  

Todos os crimes foram registrados por câmeras de segurança. 

Até o momento, nenhum suspeito foi preso.  

 

Ações

O proprietário do estabelecimento disse que o primeiro crime ocorreu às 10h na terça-feira (28).

Um suspeito chegou a escolher itens como tênis, óculos e camisetas. Ao se dirigir ao caixa, anunciou o assalto e mostrou uma arma para o atendente, que estava sozinho na loja.

Já às 2h36 de quarta-feira (29), três homens utilizaram um carro em marcha à ré para invadir o local. O veículo seria produto de roubo, conforme apurado.  

Após destruir a porta, o trio começa a furtar os produtos.

Foram levadas aproximadamente trinta camisas e quarenta bermudas, conforme as informações.  

Em seguida, por volta das 4h, três suspeitos que passavam pelo local viram a porta arrombada e aproveitaram para entrar.  

Eles chegaram a separar algumas mercadorias em sacos plásticos. (veja abaixo)   

No entanto, acabaram fugindo sem levar nada ao perceberam que uma viatura da PM (Polícia Militar) fazia patrulhamento pela região. 
 
A vítima registrou um boletim de ocorrência (BO).  

O prejuízo, porém, não foi divulgado.

Imagens de câmera de segurança poderão auxiliar a Polícia Civil na identificação dos suspeitos.  

 A polícia também deverá apuar se as ações foram praticadas pelo mesmo grupo ou não. (Com EPTV)  
 

Mercadorias chegaram a ser colocadas em sacos, mas suspeitos fugiram sem nada ao perceberem viatura da PM (Foto: Redes sociais)

Mais notícias


Publicidade