Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

Economia

Allan encontrou na recessão a chave para crescer 510%

Crescimento de empresa de armazenamento está diretamente relacionado à crise no mercado imobiliário

| ACidade ON

Divulgação
Allan é CEO de uma operadora de autoarmazenamento (foto: Divulgação)

 

Muitas empresas se aproveitam da crise para impulsionar os negócios. Este é o caso do Guarde Aqui, operadora de autoarmazenamento que atingiu um crescimento espantoso puxado pela crise do setor imobiliário.

Segundo o CEO da empresa Allan Paiotti, o crescimento nacional chegou a 35% na área locada e 56% de receita nos últimos 15 meses. “Em Ribeirão Preto, tivemos o nosso maior crescimento entre todas as 15 unidades: 145% em área locada e 510% em receita”, afirma.

Leia também:
Conheça os campeões contra a crise
Empresária focou na captação de cliente e avançou 50% da meta
Natália comemora venda 50% maior no Dia das Mães

Para Paiotti, o boom está diretamente relacionado à crise no mercado imobiliário. “Muitas pessoas que tinham adquirido imóveis não tiveram condições de honrar os contratos e os devolveram. E, enquanto decidem onde vão morar, estão guardando suas coisas no GuardeAqui”, explica.

Além disso, ele cita que outros clientes trocaram imóveis maiores por menores para reduzir custos de aluguel. “E, com menos espaço, passaram a usar o GuardeAqui para armazenar seus bens.”

Sucesso

Paiotti afirma que a fórmula do sucesso é o forte investimento em marketing na região e a oferta de uma solução para a falta de espaço. “Que está sendo bem entendida pelos consumidores e empresas de Ribeirão Preto”, diz.

E, para atrair mais clientes em tempos de crise, o CEO ressalta que estão negociando para identificar os espaços de locação em bases de preços que caibam nos orçamentos das pessoas e das empresas. “Esses dois movimentos, maior conhecimento do nosso negócio e negociação de preços, geraram um desempenho bastante positivo para a empresa.”

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Mais do ACidade ON