Vander, ex-meia do Comercial, morre ao 60 anos em Ribeirão Preto

Revelado no Comercial, ex-meia brilhou também no Botafogo e, em 1983, conquistou o título carioca pelo Fluminense

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Da reportagem
Weber Sian / A Cidade
Vander, ex-meia do Comercial, faleceu nesta quarta-feira (11) (foto: Weber Sian / A Cidade)

 

Morreu às 0h15 desta quarta-feira no Hospital Ribeirânia, aos 60 anos, o jogador de futebol Vander Aparecido Ferreira, um craque revelado na base do Comercial e que depois brilho nas arenas do Botafogo, Atlético/PR, Atlético-MG e Fluminense.

O corpo dele será velado a partir das 11h no Velório Samaritano e enterrado às 17h no Cemitério da Saudade, ambos nos Campos Elíseos, zona Norte de Ribeirão Preto. A causa da morte ainda não foi divulgada.

O ex-meia vivia em Ribeirão Preto, onde trabalhava como funcionário público da Vigilância Epidemiológica. No último mês de março, em entrevista ao A Cidade, ele se dizia satisfeito com sua vida longe do futebol.

“Posso dizer que sou muito feliz. Faço 61 anos em dezembro, tenho uma família que me ajuda muito, em tudo, sou concursado, tenho muita estabilidade no meu emprego e, além disso, gosto demais do que eu faço”, conta o ex-jogador em entregista ao repórter Gabriel Pereira.

Tendo atuado por Botafogo, Atlético-PR, Internacional-RS, Fluminense-RJ e XV de Jaú, além do Comercial, Vander não escondia o orgulho de ter feito parte de grandes esquadrões do futebol brasileiro.
Vander teve 16 anos de carreira: 1974 e 1990. “Eu gostava de jogar o Come-Fogo. Sempre dei sorte”, dizia.

Perfil

Em 1983, foi o ano em que Vander conquistou o título carioca pelo Fluminense. Ele atuou no lendário time tricolor ao lado do “Casal 20” formado por Washington e Assis. O ex-jogador do Comercial também teve uma passagem marcante pelo Internacional ao lado de nomes como Batista e Mário Sérgio. “Só tenho boas recordações”, comenta.

Leia mais:

Vander festeja nova fase profissional fora dos gramados

Weber Sian / A Cidade
Vander, durante passagem pelo Comercial de Ribeirão Preto (foto: Arquivo pessoal)



 


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.