Aguarde...
ON Olimpíadas

olimpíadas

Mesa-tenistas do Brasil conhecem caminho nas Olímpiadas de Tóquio

Em sorteio online realizado nesta quarta-feira (21), atletas descobriram chaveamento que precisarão enfrentar na busca por um lugar no pódio da modalidade

| ACidade ON

Equipe masculina de Tênis de Mesa do Brasil (Foto: Marcelo Alves/CBTM)
Os mesa-tenistas do Brasil conheceram nesta quarta-feira (21), o caminho que precisarão percorrer nos torneios individual e de equipes dos Jogos Olímpicos de Tóquio. O sorteio aconteceu de forma virtual, como medida de segurança contra a Covid-19. Os horários e as mesas ainda não foram divulgados pela Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF).

A primeira a estrear nas Olimpíadas será Jessica Yamada, que enfrenta a suíça Rachel Moret na rodada 1. Se passar de fase, encara a húngara Georgina Pota. 

Bruna Takahashi e Gustavo Tsuboi estreiam apenas na rodada 2, fase anterior a que reúne os 32 melhores do torneio, com a presença dos principais cabeças de chave. Bruna é a número 23 da disputa feminina, enquanto Tsuboi é o número 25 entre os homens. 

A adversária de Bruna na estreia poderá ser a egípcia Yousra Helmy ou a francesa Yuan Jia Nan. Caso ultrapasse o primeiro confronto, vai enfrentar a sul-coreana Jeon Jihee, sétima cabeça de chave, na rodada 3. 

Tsuboi tem como primeiro desafio o romeno Ovidiu Ionescu ou o australiano Xin Yan. Se passar, seu adversário será o nigeriano Quadri Aruna. 

Equipe feminina de Tênis de Mesa do Brasil (Foto: Divulgação/CBMT)
O último a estrear no individual é Hugo Calderano, que é o cabeça de chave número 4. O mesa-tenista encara o primeiro duelo apenas na rodada 3. O confronto será contra um destes adversários: o eslovaco Bojan Tokic ou o canadense Jeremy Hazin, ambos vindos da rodada 1; ou ainda, o croata Tomislav Pucarn, que estreia na rodada 2. 

No caminho de Calderano até a semifinal, ele poderá enfrentar o sul-coreano Jan Woojin nas oitavas de final, e o japonês Koki Niwa ou o alemão Dimitrij Ovtcharov nas quartas. Na semifinal, entre outros adversários, a chave de Calderano tem o chinês campeão mundial Ma Long. 

Disputa por equipes 

Foram definidos também os adversários dos brasileiros no torneio de equipes, onde Vitor Ishiy e Carol Kumahara se juntam aos participantes do torneio individual. O Brasil é o cabeça de chave número 6 do masculino. 

Os homens terão pela frente os sérvios nas oitavas de final. Caso passem, brigam por vaga na semifinal contra Coreia do Sul ou Eslovênia. Desta forma, o Brasil se livra de enfrentar os três primeiros cabeças de chave (China, Alemanha e Japão) nas quartas de final, no período que carimba o passaporte para brigar por medalhas. 

Já as mulheres terão um duro desafio logo de cara. Elas encaram a equipe de Hong Kong, que ocupa a quinta posição do ranking mundial. Caso ultrapassem, terão pela frente Egito ou Romênia.