ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

Lazer e Cultura

Banda The Gift promete show eletrizante no Sesc Ribeirão

Pioneira na música independente em Portugal, a The Gift nasceu há mais de 20 anos na cidade lusitana de Alcobaça

| ACidadeON/Ribeirao

Divulgação
Eclética, eletrônica e pop são algumas das características do som The Gift, banda portuguesa que tocará no Sesc (Foto: Divulgação)

 

“Elegante, eclético, indie, eletrônico, pop, alternativo e muito aberto”. Assim o baixista John Gonçalves define o som da banda portuguesa The Gift, que promete um show eletrizante nesta quarta-feira no Sesc Ribeirão.

Encarregado do baixo e dos teclados no grupo, John toca ao lado de Sónia Tavares (voz), Nuno Gonçalves (voz e teclados) e Miguel Ribeiro (bateria).

Pioneira na música independente em Portugal, a The Gift nasceu há mais de 20 anos na cidade lusitana de Alcobaça e precisou “arregaçar as mangas” para conquistar a carreira consolidada de hoje. Para tanto, adotou o conceito “Do It Yourself”, muito comum entre grupos independentes.

“Foi, sem dúvida, o que nos trouxe até onde estamos hoje. Acho que há bandas independentes que podem logo assinar um contrato, com management, booking e uma assessoria de imprensa, e outras que terão de fazer o seu próprio trajeto. O meu respeito por uma ou outra é sempre muito elevado, desde que sejam honestas com a sua própria arte”, declara John.

Hoje, a The Gift acumula prêmios como Globo de Ouro e o MTV Europe Music Awards, já fez turnês por todos os continentes e possui editora e estúdio próprios.

“Em 1998, nenhuma editora assinou conosco e, em 2001, quando queriam assinar, depois do êxito do primeiro disco, decidimos criar uma editora e o nosso próprio estúdio, ficando, literalmente, independentes de todo o sistema”, conta o músico. Ele vê as indies como o presente e o futuro da música. “As bandas mais interessantes e que vão trilhar novos caminhos virão do espectro de independentes”, opina. 

Banda admira público brasileiro

O baixista John Gonçalves morou por quatro anos no Rio de Janeiro. A banda, aliás, conhece e admira o público brasileiro desde 2006, quando começou a tocar por aqui (leia frase nesta página). As últimas apresentações no País ocorreram em 2013, em São Paulo, interior e no Rock in Rio. Em janeiro deste ano, a The Gift fez uma breve visita ao Rio para gravar um clipe para o single “Big Fish”, que conta com produção do estúdio carioca Contra.

Álbum da vida

O trabalho de composição da The Gift fica, geralmente, a cargo de Nuno e Sónia, mas no último álbum, “Altar” (capa à esquerda), contou com a colaboração do britânico Brian Eno. É o repertório deste trabalho que a banda apresenta na atual turnê pelo Brasil. “É um show vibrante porque conseguimos tocar músicas de 1998 a 2017, com uma coerência estética que muito nos satisfaz”, diz John.

A banda considera “Altar” o álbum da vida de cada integrante. “Ter sido co-composto, produzido, tocado e cantado por Brian Eno já leva essa frase a fazer sentido, mas a verdade é que, depois de 20 anos, poder ter um disco que, mantendo uma linha estética nossa, consegue ter momentos de total reinvenção, é algo marcante na nossa carreira”, justifica o baixista. A faixa “Love Without Violins”, que tem a participação de Brian Eno no refrão, é uma das mais emblemáticas do CD.

“Todos achamos esteticamente desafiante, com uma letra muito diferente do habitual das nossas canções”, diz John. Já “Lost and Found” é a predileta do baixista. “Uma composição que aparece totalmente de um rasgo do Nuno, já nos últimos dias de estúdio”, comenta.

Assista aos vídeos da banda

"Big Fish" - https://youtu.be/zQt9eB8oOEE
"Love Without Violins" - https://youtu.be/dx76zqb-XeA
"Clinic Hope" - https://youtu.be/m4k6nOwwOrw
 

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também