Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

Especial Névio Archibald

Após Rede desistir de fusão, Papa vê desequilíbrio de forças

Para não ficar sem tempo de televisão e fundo partidário, Rede Sustentabilidade, que tem dois vereadores em Ribeirão, discutia fusão com o PPS

| ACidadeON/Ribeirao

Boni e Marcos Papa são os dois vereadores da Rede Sustentabilidade em Ribeirão Preto (Fotos: Weber Sian e Allan Ribeiro)
 
No último sábado (9), a Rede Sustentabilidade, partido da ex-ministra Marina Silva, decidiu suspender as discussões de fusão da legenda com o PPS. Com a decisão, a Rede, que não conseguiu cumprir as metas estimadas pela cláusula de barreira nas últimas eleições, ficará de fora da repartição do fundo partidário e do tempo de propaganda na televisão. A Rede conta com dois vereadores em Ribeirão Preto.  

Novas estratégias
O vereador Marcos Papa conta que via com bons olhos a fusão do partido, já que acredita que as legendas têm bandeiras em comum. Agora, ele espera para saber quais são as novas estratégias do partido, porque a Rede fica em situação de desequilíbrio em relação a outros partidos que terá a disposição o tempo de televisão e recursos do fundo partidário para o financiamento de campanhas. O vereador afirmou que pretende ir a reunião nacional da Rede, programada para os dias 30 e 31 para entender a nova estratégia.  

Boni pensa
Já Boni, o outro vereador da legenda em Ribeirão Preto, afirma que analisa a sua situação partidária e que a está estudando. "É complicada a situação que está o partido. É preciso ver como vai ficar a sintonia com ele", comenta o parlamentar, que conta que já recebeu propostas de outras legendas.

Leia mais:
Vereadores negociam mudanças de partido de olho na eleição de 2020
 
PME na Câmara
A Comissão Permanente de Educação da Câmara Municipal começa a discutir o Plano Municipal de Educação (PME) na próxima quinta-feira (14), quando representantes da Secretaria da Educação vão ao Legislativo apresentar as alterações do projeto enviado pela Prefeitura, em relação a proposta anterior. O presidente da comissão, o vereador Fabiano Guimarães (DEM), informou que vai apresentar um cronograma dos trabalhos da comissão até a votação do projeto pelos parlamentares.  

21 reuniões
Fabiano pretende que sejam realizadas 21 reuniões para que o debate possa ser realizado da melhor maneira e, também, poder conciliar com a agenda dos demais vereadores, para que possam ter esclarecidos as dúvidas antes da votação. O presidente da comissão afirma, ainda, que planeja propor que a prefeitura transforme o PME em código, e não projeto de lei, para que o tempo de discussão possa ser ampliado.  

Leia mais:
Prefeitura envia Plano Municipal de Educação 2019 para Câmara
 

Imóveis da União
O prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira (PSDB), esteve em São Paulo nesta segunda-feira (11), em reunião com o superintendente da Secretaria de Patrimônio da União, Eduardo Santos Barroso. Nogueira discutiu com Barroso assuntos referentes à destinação de imóveis da União em Ribeirão Preto, inclusive, áreas ocupadas por favelas. A pretensão da prefeitura é que a Superintendência analise o relatório elaborado pela Secretaria Municipal de Planejamento, em 2018, para poder orientar a Prefeitura de Ribeirão sobre as destinações destes imóveis.

Luciana Rodrigues, secretária de Educação de Ribeirão Preto (Weber Sian / Arquivo A Cidade)
CPI
A secretária da Educação de Ribeirão Preto, Luciana Rodrigues, vai prestar depoimento, nesta terça-feira (12), na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura as causas da morte do estudante Lucas Costa de Souza, de 13 anos, no final do ano passado. Na última quinta-feira (7), quem prestou depoimento foi a diretora da Cemei Eduardo Romualdo de Souza, Telma Gomes Novato SantAnna, que afirmou que já havia feito diversas solicitações para que a unidade de ensino passasse por reformas.  

Leia mais:
Falta de inspetor pode ter contribuído para a morte de aluno, aponta diretora

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook