Aguarde...

Especial Névio Archibald

Gabinetes apresentam rachaduras em prédio novo da Câmara

Prédio anexo do Legislativo de Ribeirão Preto custou mais de R$ 10 milhões e foi entregue em 2019

| ACidadeON/Ribeirao

 
Com menos de dois anos de uso, o prédio do anexo de gabinetes da Câmara de Ribeirão Preto já sofre com rachaduras e problemas hidráulicos. (Confira fotos acima) 

A coluna recebeu fotos do problema em dois gabinetes, mas apurou que outros vereadores também solicitaram reparos para a administração do Legislativo. 

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE RIBEIRÃO PRETO  

Rachaduras
 
Um dos gabinetes que apresentaram problemas de rachadura é o cômodo onde está instalado o vereador Marcos Papa (CD). O parlamentar já era vereador em 2015, quando o prédio começou a ser construído, quando o ex-vereador Walter Gomes era o presidente da Mesa Diretora. Na ocasião, o parlamentar criticou a construção.  

Custo
 
A obra do prédio anexo da Câmara Municipal demorou 1,5 mil dias e custou R$ 10,5 milhões aos cofres públicos.  

O que diz a Câmara?
 
A assessoria do presidente da Mesa Diretora da Câmara, Alessandro Maraca (MDB), confirmou os relatos e informou que a empresa responsável pela construção do prédio tem prestado os serviços de reparo, já que o imóvel ainda está dentro do prazo de garantia.   
 

 O prédio anexo da Câmara de Ribeirão Preto (Foto: Weber Sian/Arquivo ACidade ON).


Suspenso
 
O julgamento da ex-prefeita Dárcy Vera (sem partido) em ação movida pelo MP-SP (Ministério Público de São Paulo), que estava marcado para esta segunda-feira (8), foi adiado pela 1ª Vara da Fazenda Pública de Ribeirão Preto. O juiz Gustavo Muller Lorenzato informou que uma nova data será marcada.  

O MP-SP afirma que a ex-prefeita cometeu ilegalidades ao transferir recursos do IPM (Instituto de Previdência dos Municipiários) para prefeitura, em 2013.  

Na ocasião, a defesa da ex-prefeita negou irregularidades.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON