Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

vidaeestilo

Jornalista e policial federal lançam livro Arco de Fogo em Ribeirão Preto

A história mostra a rotina de um dos autores durante a missão de comandar a base em Santarém da operação Arco de Fogo, uma das regiões de desmatamento da Amazônia

| ACidadeON/Ribeirao

Jornalista João Carlos Borda é um dos autores da obra (Foto: Milena Aurea / Arquivo ACidade)
O jornalista João Carlos Borda e o policial federal Edson Geraldo de Souza lançam, nesta quarta-feira (16), às 19 horas, na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi de Ribeirão Preto, o livro Arco de Fogo. 

A operação Arco de Fogo é uma força-tarefa coordenada pela Polícia Federal, com o apoio do Ibama e da Força Nacional, que luta pela preservação da Amazônia.

Com um enredo envolvente e uma linguagem dinâmica e quase cinematográfica, o romance é uma ficção, embora baseado em fatos e documentos reais. 
 
Edson Geraldo de Souza, da Polícia Federal, passou alguns meses na base de Santarém (Foto: Pierre Duarte / Arquivo ACidade)
A história relata a rotina vivida por um dos autores durante a missão de comandar, de 23 de julho e 17 de setembro de 2010, a base em Santarém da operação Arco de Fogo, uma das regiões de maior índice de desmatamento da Amazônia e de maior atuação de madeireiros clandestinos.

O tema, que poderia ser apenas um cenário para uma história policial, ganha ainda mais corpo quando esbarra em que leis ambientais reformuladas, investimentos cortados e o papel e a eficiência dos órgãos de defesa do meio ambiente são postos em xeque.

Ao longo das 304 páginas recheadas de fotos, que ajudam na ambientação dos fatos , o leitor acompanha de perto, com emoção, ação, suspense e uma boa dose de humor, o dia a dia das investigações, apreensões e até emboscadas desta que foi uma das maiores operações de todos os tempos para a inibição das irregularidades que assolam a Amazônica.

Sobre os autores:

EDSON GERALDO DE SOUZA

Ribeirão-pretano, ingressou na Polícia Federal em 2006.
Coordenou a Operação Cassino, deflagrada em março de 2010 em Ribeirão Preto, tendo sido designado para coordenar a Base Santarém da Operação Arco de Fogo por 57 dias do mesmo ano.
Apaixonou-se também pela Amazônia durante a operação, adotando desde então uma linha de convicção em defesa da preservação do patrimônio ambiental e consciência ecológica.
Atualmente, permanece designado como chefe de uma das unidades descentralizadas da Polícia Federal do Estado de São Paulo.

JOÃO CARLOS BORDA
Jornalista, gaúcho de Uruguaiana, repórter especial da EPTV/Globo, realiza reportagens para os jornais regionais, Bom Dia Brasil, Jornal Hoje, Jornal Nacional e Fantástico.
Denunciou as queimadas da cana em São Paulo e a mortandade de peixes em rios poluídos. Foi vencedor de prêmio nacional com matéria sobre o risco dos agrotóxicos para as abelhas. Realizou uma série especial sobre a situação do rio São Francisco, da nascente à foz, e denunciou os impactos da falta de preservação dos sítios arqueológicos para a história dos povos da Bahia e da Amazônia.
 


Você pode ajudar o jornalismo sério

A missão do ACidade ON é fazer um jornalismo de qualidade e credibilidade. Levar informação confiável e relevante, ajudar a esclarecer e entender os fatos, sempre na busca de transformação. E o seu apoio é fundamental. Ajude-nos nessa missão para construir uma sociedade mais crítica e bem informada.

Apoie o bom jornalismo.

Já é assinante? Faça seu login.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON