26 de maio de 2024
- Publicidade -
Tudo Auto

Como funciona o novo radar polêmico de São Paulo?

Novo sistema de radar de São Paulo promete ser mais preciso do que os antigos radares nas vias; confira como funciona o modelo

Novo radar de São Paulo promete ser mais tecnológico
Novo radar de São Paulo promete ser mais tecnológico (Foto: Reprodução/ Flickr/ São Paulo)

Mais tecnológico, preciso e moderno, o novo sistema de radar de São Paulo não tem sido muito bem recebido por alguns motoristas. O tipo “doppler” conta com uma inteligência de cálculo mais apurada e não permite que os veículos o “enganem”, acelerando quando não há fiscalização.

Como funciona o novo radar polêmico de São Paulo?

O sistema “doppler” de radar, que tem sido aplicado no estado de São Paulo e em outros lugares do país, funciona à base de ondas eletromagnéticas. Essas são contínuas e, quando são rebatidas pelos veículos, mudam de frequência.

É essa diferença, entre as mudanças ou não da velocidade do veículo na via, que ajuda a aferir o comportamento do motorista quando há e quando não há radares por perto. Portanto, diferente dos laços “físicos”, característicos dos medidores tradicionais, esses são “virtuais”.

LEIA TAMBÉM
Quando o seguro DPVAT começa a valer?
O que acontece se não pagar o IPVA 2024?

O que muda com os radares de laço virtual?

De acordo com a Prefeitura Municipal de Curitiba, que já aplicou o sistema, a tática de diminuir a velocidade antes de alcançar o radar e, em seguida, voltar a acelerar até que outro surja, não funcionará mais. O doppler tem a capacidade de aferir a velocidade a 100 metros antes ou depois do aparelho.

Isso significa que, mesmo antes de passar por ele, o veículo já estará sendo “estudado” e o cálculo acontecerá. Dessa maneira, a Prefeitura de Curitiba ressaltou que eles são capazes de:

  • Verificar se o veículo está parado sobre a faixa de pedestres;
  • Avançar o sinal vermelho;
  • Andar na contramão;
  • Fazer conversão proibida;
  • Verificar se o motorista está no celular.

LEIA MAIS
O que é aquecimento global?

Anthony Souza

editor
É jornalista e analista de Mídias Digitais Jr. do Grupo EP. Tem experiência com reportagens multimídia e produção de web documentário. É formado em jornalismo pela Universidade Federal do Pampa (Unipampa) e tem afinidade com produção e edição de conteúdo para as redes sociais. Está no grupo desde 2022.
- Publicidade -
plugins premium WordPress