20 de abril de 2024
- Publicidade -
Tudo Inovação

Como proteger o celular no Carnaval?

Veja 9 dicas de como deixar as informações do seu smartphone protegidas enquanto você aproveita a folia

Aproveite o Carnaval com segurança

Você sabia que, segundo o Serasa, 3 em cada 10 brasileiros já perderam ou tiveram itens furtados/roubados durante os eventos de Carnaval? E ainda que 74% dos brasileiros afirmam que já deixaram de ir a uma festa ou bloquinho de rua por medo da falta de segurança?

Bom, fato é que o clima de descontração aliado a grandes aglomerações se torna a oportunidade perfeita para a ação de golpistas. Por isso, para aqueles que planejam participar de festas ou blocos de rua, é importante assegurar que dados sensíveis, como os do cartão e senhas, estejam devidamente protegidos

Veja a seguir algumas dicas para redobrar os cuidados com o seu celular no Carnaval e curtir o feriadão com mais tranquilidade:

Como proteger o celular no Carnaval?

  • Antes de sair de casa, proteja seu celular com senhas

O passo inicial pode parecer simples, mas é crucial para garantir a segurança do seu celular. Antes de sair de casa, é essencial ativar a senha de bloqueio do dispositivo. Seja por meio de códigos numéricos, autenticação biométrica ou reconhecimento facial, é fundamental estabelecer essa primeira barreira de proteção desde o início.

  • Faça backup de documentos, dados e fotos

Antes de cair na folia, é fundamental garantir a realização de um backup completo do seu celular. Isso assegurará que, em situações como perda, roubo ou danos irreparáveis, o usuário não corra o risco de perder fotos, vídeos e outros dados essenciais. Optar por serviços de armazenamento em nuvem para manter os arquivos protegidos é uma excelente medida preventiva.

  • Desconecte aplicativos importantes, como de bancos e redes sociais

Como todo cuidado é pouco, pode ser interessante desinstalar aplicativos importantes temporariamente. Essa é uma iniciativa que diminui o risco de acesso não autorizado ao aplicativo de banco, por exemplo. Além disso, pode evitar a invasão em redes sociais em caso de perda ou roubo do celular. 

  • Ative a autenticação de dois fatores

Caso não seja possível desinstalar seus aplicativos do banco, ative a autenticação em dois fatores no aplicativo do banco para uma camada extra de segurança. Quando ativado, o usuário precisa provar que é ele mesmo de duas formas, seja por código SMS, token ou biometria.

E, durante a folia, evite acessar o aplicativo em redes Wi-Fi públicas e opte por conexões seguras. Também é interessante deixar um valor baixo na conta para prevenir grandes transações que podem não ser suas. 

- Publicidade -
  • Monitoramento de contas

Outra dica é ativar os alertas de transações em suas contas bancárias para identificar atividades suspeitas. Assim, fica mais fácil acompanhar, se eventualmente, compras começarem a ser feitas em seu cartão, por exemplo.  

LEIA TAMBÉM

Flipside: Instagram testa recurso para criar perfil alternativo

WhatsApp libera compartilhamento de tela em chamadas de vídeo

- Publicidade -
  • Ative a geolocalização

A ferramenta de geolocalização é muito útil em caso de roubo e furto. Configure “Encontre Meu Dispositivo” no caso do Android ou o “Busque meu iPhone” no caso do iOS. Com essas funcionalidades você consegue acessá-los remotamente de outro aparelho ou computador com a conta Google, ou iCloud, respectivamente, solicitar bloqueio e até mesmo apagar os dados do dispositivo.

Compartilhar a localização com os amigos em tempo real também é uma forma de se proteger e caso você se perca do grupo, fica mais fácil encontrá-lo depois.

  • Desabilite o pagamento por aproximação

Por mais que o método seja prático, durante a folia o melhor a se fazer é limitar o valor para pagamento por aproximação ou desabilitar a função para evitar possíveis prejuízos. 

  • Anote o IMEI do dispositivo em um local seguro

Você sabia que IMEI é um número único que identifica seu celular? Ou seja, é como se ele fosse o RG ou, então, a impressão digital do seu aparelho. É por isso que anotar esse código pode ser fundamental em casos de perda ou roubo, pois com ele é possível solicitar o bloqueio do celular junto à operadora, além de fazer um boletim de ocorrência.

  • Use pochete ou doleira

Por fim, tenha cuidado na forma como você transporta seu aparelho. A primeira dica é não carregar no bolso de trás da roupa. Também é importante evitar deixá-lo em bolsos largos, que possam ser facilmente acessados por estranhos. Assim, opte por locais seguros para guardar seu celular, como pochetes e doleiras, que ficam na parte da frente do corpo, onde você tem maior controle.

LEIA MAIS

TikTok perde hits de Taylor Swift, Anitta e outros artistas

- Publicidade -
plugins premium WordPress