15 de abril de 2024
- Publicidade -
Tudo Notícias

O que é etnocentrismo?

Termo foi cunhado no século XIX e pode ter consequências horríveis a grupos étnicos diversos no mundo; saiba o que isso significa

Etnocentrismo pode ter consequências trágicas a grupos étnicos diversos
Etnocentrismo pode ter consequências trágicas a grupos étnicos diversos (Foto: Reprodução/ Pixabay)

O conceito “etnocentrismo” foi elaborado, pela primeira vez, pelo antropólogo britânico Edward Tyler (1832-1917). Nesse sentido, ele usava como base a corrente evolucionista e entendia que uma cultura poderia ser “superior” a outras. Essas ideias levavam em conta que uma sociedade teria níveis de evolução: passando de uma forma primitiva até alcançar o “progresso”. Mas, afinal, o que é etnocentrismo?

O que é etnocentrismo?

O etnocentrismo é o conceito que diz que uma cultura é “melhor” em relação às outras. Assim, ao longo da história, esse movimento foi percebido em diversas localidades e contextos, como:

  • Nazismo, na Segunda Guerra Mundial (com a crença de “superioridade” da raça ariana sobre as outras em 1939 a 1945);
  • Guerra Fria (com o embate cultural entre Estados Unidos e União Soviética em 1947 a 1989);
  • Atualmente, gestos etnocêntricos continuam acontecendo, por exemplo, em partidas de futebol, quando um jogador preto ou pardo é hostilizado por torcidas majoritariamente brancas.

LEIA TAMBÉM
Lixo jogado no mar está relacionado ao câncer em tartarugas-marinhas
Região das Cachoeiras do Niágara presencia eclipse solar total

Portanto, para o antropólogo e professor do departamento de Comunicação Social da PUC-Rio, Everardo Rocha, ao Brasil Escola, esse conceito pode ser entendido como “uma visão de mundo onde o nosso próprio grupo é tomado como centro de tudo e todos e os outros são pensados e sentidos através dos nossos valores, nossos modelos, nossas definições do que é a existência”.

Assim, segundo o pesquisador, no plano intelectual, o etnocentrismo também aparece e pode ser entendido como a “dificuldade de pensarmos a diferença; no plano afetivo, como sentimentos de estranheza, medo, hostilidade etc.”.

Casos extremos de etnocentrismo

Por isso, especialistas alertam que casos de etnocentrismo podem chegar a consequências extremas, como:

  • Etnocídio – quando uma cultura é totalmente destruída;
  • Genocídio – quando uma comunidade é propositalmente exterminada.

LEIA MAIS
De onde é retirado o sal de cozinha?

Anthony Souza

editor
É jornalista e analista de Mídias Digitais Jr. do Grupo EP. Tem experiência com reportagens multimídia e produção de web documentário. É formado em jornalismo pela Universidade Federal do Pampa (Unipampa) e tem afinidade com produção e edição de conteúdo para as redes sociais. Está no grupo desde 2022.
- Publicidade -
plugins premium WordPress