30 de maio de 2024
- Publicidade -
Tudo Notícias

Por que as universidades federais entraram em greve?

Quase 20 instituições federais estão paralisadas a partir desta segunda (15); saiba o que está sendo reivindicado

greves, pedidos, placas, reivindicações
Movimento dos servidores tem adesão dos docentes (Foto: Agência Brasil)

Universidades, institutos federais e centros de educação tecnológica, de todas as regiões do Brasil, entraram em greve nesta segunda-feira (15). Dentre as 67 instituições vinculadas ao Andes-RN (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior), ao menos 60% se mobilizaram para aderir à paralisação de algum modo.

O movimento que foi iniciado por servidores técnico-administrativos agora conta com a adesão dos professores. Entenda o que as partes estão solicitando:

LEIA MAIS

O que significa vetar?

O que é foro privilegiado?

Por que as universidades federais entraram em greve?

As instituições estão em greve por causa da reivindicação de reajuste salarial dos professores e servidores. O grupo dos servidores está paralisado por tempo indeterminado, desde o dia 3 de abril, e solicita um reajuste de 34% dividido em três parcelas a partir desse ano.

- Publicidade -

Enquanto os docentes pedem um reajuste de 22% também dividido igualmente, em três parcelas, a partir desse ano.

Além disso, há uma cobrança para que sejam revogadas “todas as normas que prejudicam a educação federal aprovadas nos governos Temer e Bolsonaro”.

Negociações

Em nota, o MEC (Ministério da Educação) alegou ter tomado medidas para valorização dos servidores, buscando alternativas a partir do que é apresentado nas seguintes instâncias:

  • Mesa Nacional de negociação
  • Mesas Específicas de técnicos e docentes
  • Mesa Setorial das condições trabalhistas

- Publicidade -

*Sob supervisão de Larissa de Morais

LEIA TAMBÉM

Qual é o melhor queijo do Brasil?

Janaína Boaventura, com supervisão da redação
Estagiária no Tudo EP e no ACidade ON, é graduanda em Estudos Literários pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Adentrou no Grupo EP em 2024 e atua nos conteúdos digitais, enfaticamente com a parte textual.
- Publicidade -
plugins premium WordPress