16 de julho de 2024
- Publicidade -
Tudo Saúde

O que é neuralgia do trigêmeo?

Neuralgia do trigêmeo é uma condição considerada rara em que o paciente tem fortes dores, podendo afetar a fala, e mastigação

Dores no rosto são o principal sintoma da neuralgia do trigêmeo (Foto: Reprodução Prexels)

A TikToker Carolina Arruda mostra em seu perfil, com pouco mais de 180 mil seguidores, a luta diária contra a neuralgia do trigêmeo. Fazendo o uso de vários medicamentos para amenizar a crise, entre eles o Canabinol, medicamento feito à base de Cannabis, Carolina chamou a atenção dos internautas para a doença.

Com a neuralgia do trigêmeo há 11 anos, a influencer contou que decidiu realizar a eutanásia na Suíça. O procedimento é a morte induzida para remir a dor e o sofrimento de pacientes com doenças sem cura. Ela chama a eutanásia de “busca pela paz e pelo alívio”. Segundo ela, os cuidados paliativos para a melhora do quadro se mostraram insuficientes. Com diversas tentativas, Carolina já passou por três cirurgias e nenhuma delas foi capaz de amenizar o quadro.


O que é neuralgia do trigêmeo?

A neuralgia do trigêmeo é uma doença ocasionada por uma disfunção neurológica, quando há um mau funcionamento do nervo do rosto. Como ele tem ligação com o cérebro, as dores causadas pela condição são intensas e podem se assemelhar a choques e pontadas na face. A doença se mostra mais comum a partir dos 50 anos, diferente do caso de Carolina, diagnosticada aos 16 anos, e que desde então convive com a condição.


Os sintomas são dores locais no rosto, formigamento, queimação e hipersensibilidade. Também é comum ter dor de dente, dormência no rosto e espasmos musculares.

@caarrudar

O link da 🐮 está na minha bio! Me ajude com a minha busca pela paz e dignidade. #eutanasia #neuralgiadotrigêmeo

♬ som original – Carolina Arruda
Tiktoker declarou que tenta fazer eutanásia na Suíça


Eutanásia é proibida no Brasil?

A legislação brasileira veta o procedimento, pois, conforme o Código Penal, no seu artigo 121 da lei 2838/40, o ato de abreviar a vida de um paciente será considerado homicídio, com penas de 6 a 20 anos. Portanto, a eutanásia é proibida no Brasil.


LEIA MAIS

Carne vai ter imposto zero? Entenda a medida

Compartilhe:
Leonardo Otranto, com supervisão da redação
Leonardo Otranto tem 22 anos, é nascido em Campinas e cursa jornalismo na ESAMC Campinas. Está em sua segunda passagem pelo Grupo EP, tendo adquirido experiência na central de Apuração da EPTV, no acidade on Campinas e atualmente, atua como estagiário no portal Tudo EP.
- Publicidade -
plugins premium WordPress