Aguarde...

Viagens

Como resorts adaptaram as atividades de recreação durante a pandemia

Mais do que isso, os resorts tornam-se uma forma de diversão para quem passou os últimos meses dentro de casa

| ACidade ON

 

Construção com os pequenos. (Foto: Divulgação/Zarpo)

Com informações de Isabella Marques/Zarpo 

Resorts são verdadeiramente amados, especialmente para quem viaja com crianças. Com tantas atividades e infraestrutura, famílias dedicam os dias para curtir a hospedagem, sem nem mesmo precisar sair para conhecer outros lugares. No cenário da pandemia, escolher esse tipo de estadia é uma maneira de viajar com mais segurança.  

Mais do que isso, os resorts tornam-se uma forma de diversão para quem passou os últimos meses dentro de casa. Além de oferecerem experiências de viagem completas, a maioria deles preparou novos protocolos de operação para receber hóspedes nos últimos (e nos próximos) meses.

A recreação monitorada, é claro, não poderia ficar de fora das adaptações para a pandemia: novas dinâmicas e novos espaços para atividades precisaram ser criados. Esses cuidados são ainda mais necessários com crianças, que podem não compreender, por exemplo, a importância de manter distância umas das outras.

Leia mais sobre como são feitas as atividades da recreação durante o período de pandemia em três resorts: Bourbon Atibaia Resort, no interior paulista, Porto Seguro Praia Resort, em um dos principais destinos baianos, e Costão do Santinho Resort, em Florianópolis, Santa Catarina.
 
Bourbon Atibaia Resort 

O processo de adaptação das atividades da recreação do Bourbon Atibaia Resort, no interior paulista, contou com muitas reuniões e intensa pesquisa, buscando por atividades com o mínimo de contato possível e novos locais para sua realização, privilegiando espaços abertos. Foi preciso considerar também os protocolos estabelecidos pelo estado e o município.

As brincadeiras respeitam o distanciamento, e não têm compartilhamento de materiais. Músicas foram adaptadas, inserindo a importância do uso de máscaras, por exemplo. Além disso, álcool em gel é colocado nas mãos dos participantes no início e final de toda atividade.

Annie Morrissey, Diretora de Vendas & Marketing do Bourbon, dá mais detalhes: "Usamos a linguagem preferida das crianças: a ludicidade. Através de pequenas músicas e brincadeiras, fazemos com que elas tomem os cuidados necessários para sua segurança e a dos demais. Com o tempo, isso vem se tornando algo natural na rotina dos pequenos". 

 Porto Seguro Praia Resort  

Construído em uma área de 62 mil metros quadrados, em meio à Mata Atlântica, o Porto Seguro Praia Resort tem utilizado suas áreas ao ar livre para a realização de brincadeiras e demais atividades de lazer, sempre seguindo rígidos protocolos de saúde e segurança, como a exigência do uso de máscaras, respeito ao distanciamento social e a disponibilização de álcool em gel em todos os espaços.

"Sempre no início e no final de qualquer atividade, nossos monitores vão logo passando álcool gel nas mãos das crianças, explicando sobre a importância de lavar sempre as mãos e evitar a disseminação da doença. Tudo em clima de brincadeira, mas de modo que elas entendam a seriedade do momento que estamos atravessando", diz o coordenador de lazer do Porto Seguro Praia Resort, João Carlos Santos. 

Costão do Santinho Resort 

"O processo de adaptação no resort foi extenso e ainda seguimos nos adaptando sempre que necessário. Temos que nos colocar no lugar do cliente e reproduzir o formato no qual as atividades sejam seguras, mas sem a perda do encantamento", conta Joney Santanna, Gerente da Experiência do Cliente do Costão do Santinho. De acordo com pesquisa feita pelo resort, 90% dos hóspedes declaram se sentir seguros com os protocolos adotados.

Algumas atividades são realizadas por aplicativos de mensagem, por exemplo jogos e gincanas de perguntas e respostas. Outras acontecem em ambientes abertos, uma vez que o resort possui mais de 700 mil m² de Mata Atlântica preservada. Um novo espaço foi construído: um teatro ao ar livre, com bancos espaçados.
 

Para crianças de 4 a 16 anos, uma das atividades que se destaca é o Costão Camp, com pernoite em barracas, fogueira com marshmallows e histórias, trilhas e Circuito de Sobrevivência. A programação valoriza a integração com o meio ambiente, espírito de aventura e vivência ao ar livre.

Para assegurar o distanciamento mesmo durante a recreação, são utilizadas dinâmicas lúdicas, fazendo com que a criança aprenda enquanto brinca. "Há uma brincadeira realizada com macarrões de piscina. As crianças percorrem trechos do resort segurando os macarrões, que simbolizam a distância que precisam ter umas das outras", exemplifica Joney Santanna.

Quer mais dicas de hospedagem? Clique aqui e veja mais opções no Zarpo!



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON