Aguarde...

cotidiano

Novo lockdown preocupa comerciantes por causa do Dia dos Namorados

Antônio Deliza, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Araraquara (Sincomércio), comenta sobre uma das principais datas para a economia do comércio e a eminência de um novo lockdown

| ACidadeON/Araraquara

Movimento na rua Nove de Julho (rua 2) de Araraquara (Foto: Amanda Rocha)

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Araraquara (Sincomércio), Antônio Deliza Neto, aponta apreensão com um possível lockdown em Araraquara e a chegada do no Dia dos Namorados, uma da principais datas no calendário econômico. 

Isso porque a cidade está em estado de alerta nesta terçafeira (08): 21% dos testes realizados com pacientes sintomáticos e assintomáticos deram positivo para covid-19. 

Caso o índice permaneça mais dois dias acima de 20% nos testes gerais, Araraquara fecha
tudo, de acordo com as regras estabelecidas pelo decreto de calamidade pública vigente por conta da pandemia do coronavírus. 

O fato preocupa o setor empresarial e comercial da cidade que aguarda pela retomada da economia com a data do Dia dos Namorados. 

"Causa uma grande apreensão, hoje estamos no primeiro dia sobre o sobreaviso de lockdown. Espero que a gente consiga reverter o quadro rapidamente pra que não ocorra o lockdwon de acordo com o decreto em vigor. Todos precisam fazer a nossa parte, o comércio tem feito os protocolos, obrigatoriedade da máscara, distanciamento social, conclamo toda população que colabore", reforça Deliza em entrevista ao programa Manhã CBN. 

Deliza comenta que os setores comerciais estão com muita expectativa para as vendas neste ano, em comparação ao ano passado, que passou a data em lockdown . 

"Pelas pesquisas que temos feito, é o primeiro evento do comércio que realmente teremos a expectativa e previsão para números positiva para recuperação da economia. O dia dos namorados tem um apelo emocional muito grande", comenta Antônio Deliza, presidente do Sincomércio. 

Segundo Deliza, em 2020 os números foram muito ruins devido ao lockdown que a cidade estava, e a expectativa para esse ano é boa. 

"Vamos tentar melhorar o movimento, com resultados melhores do que o ano passado, o horário será estendido na sexta ferira até as 21h, com o escopo da lei da pandemia e esperamos ter com toda cautela um movimento bom para tentar recuperar a nossa economia. Mas é claro que a eminencia de um novo lockdown preocupa muito" frisa Deliza. 



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON