Publicidade

cotidiano

Cerca de 1,1 mil pessoas realizam tratamento para Aids em Araraquara

Neste ano, 37 pessoas receberam resultado positivo para a doença

| ACidadeON/Araraquara -

Dia Mundial de Luta Contra a Aids tem testagem rápida em frente à Prefeitura
Primeiro de dezembro é o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, doença cujo diagnóstico precoce pode, além de trazer sobrevida, garante que o paciente viva normalmente. 

Atualmente, cerca de 1,1 mil pessoas convivem com a Aids em Araraquara. Destes, 62 foram diagnosticados em 2020 e 37 receberam resultado positivo até outubro deste ano.  

Segundo a responsável pelo programa IST/AIDS, Saliane Ribeiro, a data de hoje tem o objetivo de lembrar das vítimas que não puderam esperar o tratamento e alertar com relação à prevenção. 

"A Aids chegou na década de 80 e continua em uma pandemia desde então. Hoje é importante atuar na prevenção, pois é uma doença que tem tratamento, mas não tem cura. Por isso, realizamos ações para levar esclarecimento para a população, no sentido de prevenir e, assim, quebrar a cadeia de transmissão", explica.
Saliane ressalta ainda que o combate a aids é um conjunto de diversas medidas, entre elas, a profilaxia pré-exposição, que terá hoje seu pré-lançamento. 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DO DIA MUNDIAL DE COMBATE A AIDS
A programação do Dia Mundial de Luta Contra a Aids começou às 9h desta quarta-feira (1), em frente a Prefeitura da cidade, com a realização de testagem rápida de HIV e sífilis, aferição de pressão arterial e glicemia, aconselhamento, mini-palestras e entrega de preservativos e materiais educativos, soltura de balões, além de atividades culturais, apresentação de coral, pernas de pau e vogue, pedágio nos semáforos, peça teatral e apresentação musical ao vivo. O evento também será marcado pelo pré-lançamento da PREP (Profilaxia Pré-Exposição) pelo CTA/IST/AIDS de Araraquara e pelo lançamento do projeto "Close na Prevenção".

A ação será concluída no dia 4 de dezembro, quando todos os postos de saúde serão abertos exclusivamente para testagem rápida de HIV/sífilis/Hepatite B e C das 08h às 13h.

PREP em Araraquara
A coordenadora do Programa Municipal de DST/Aids de Araraquara, Saliane Ribeiro, destaca a importância da implantação da PREP, que é um tratamento que faz parte de um conjunto de ações de prevenção combinada para o enfrentamento do vírus HIV, utilizado em outros países.

Close na Prevenção
O presidente da ONG RNP + Sol, Alberto Carlos Andreoni de Souza, que foi contratado pela Prefeitura para desenvolver o projeto "Close na Prevenção", falou sobre o propósito da iniciativa. "É um projeto de ação para toda a população de Araraquara, inclusive a população vulnerável. O objetivo é testar sorologicamente as pessoas para o HIV, para sífilis, hepatites virais e fazer um grande trabalho de prevenção, de aconselhamento e encaminhamento para toda a população também. Esse projeto é de suma importância porque, além de atingir toda a população, atinge também alguns setores vulneráveis, como por exemplo os universitários, que estão com um índice muito alto de contaminação com HIV, a população trans, a população LGBT, e a população jovem de 15 a 39 anos, que são as mais acometidas pelo HIV neste ano", explicou.

Assim, a ideia é chamar a atenção para a prevenção da doença. "O Close na Prevenção vem para mostrar para todas essas pessoas que é necessário se cuidar, que a Aids é uma epidemia que já existe há 40 anos, que não tem vacina e que não tem cura. O único remédio é se prevenir e um deles é usando o preservativo", completou Albert.

Mais notícias


Publicidade