ACidadeON

Esportes

Robson Conceição aplica nocaute técnico e chega à oitava vitória em oito lutas

boxe Robson Conceição

| Estadao Conteudo

Campeão olímpico em 2016, Robson Conceição venceu por nocaute técnico o equatoriano Gavino Guaman, na noite deste sábado, em Oklahoma City, nos Estados Unidos. Com o triunfo, alcançado no terceiro round, o boxeador brasileiro chegou a oito vitórias em oito lutas desde que passou a atuar como pugilista profissional.

"Obrigado, Senhor, por mais uma vitória. Obrigado, galera, pelo apoio e pelas mensagens", escreveu Conceição em publicação no Instagram logo após a vitória. A construção de um cartel invicto e o prestígio pelo ouro olímpico pavimentam o caminho do pugilista de 29 anos a uma disputa por cinturão em um futuro próximo na categoria super pena (até 58,97kg).

Aos 27 anos, Guaman perdeu pela terceira vez na carreira - o equatoriano tem cinco triunfos. Conceição dominou o adversário desde o início e aplicou dois knockdowns ainda no primeiro assalto, não o suficiente para encerrar o combate. No segundo round, golpes do brasileiro mais uma vez levaram o rival à lona duas vezes, mas o gongo impediu que o nocaute fosse consumado.

Minado por surra sofrida nos seis primeiros minutos, em boa parte por causa de golpes no tronco, Guaman foi presa fácil no terceiro round e sucumbiu. Sequência que terminou com upper derrubou o equatoriano e a nova queda foi o suficiente para a arbitragem encerrar a luta, passados 53 segundos do início do assalto.

Conceição deixou o boxe amador ainda em 2016, ano em que se sagrou campeão olímpico na categoria dos leves (até 60Kg). Conquistada no Rio, a medalha de ouro foi a primeira do pugilismo brasileiro em uma edição dos Jogos.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários