Aguarde...

Lazer e Cultura

Johnny Depp não deve protagonizar sexto filme da franquia 'Piratas do Caribe'

| FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A bem-sucedida franquia "Piratas do Caribe" deve ganhar um sexto filme. De acordo com Jerry Bruckheimer, 76, que foi produtor dos primeiros cinco longas da série e também será responsável pelo próximo, o roteiro do novo filme está sendo feito há algum tempo. "Estamos trabalhando em um rascunho agora e esperamos recebê-lo em breve e entregá-lo à Disney. Espero que gostem", disse. O novo filme talvez decepcione muitos dos fãs que acompanharam as aventuras do capitão Jack Sparrow ao longo dos anos. "No que estamos desenvolvendo agora, não sabemos ao certo qual será o papel de Johnny. Então, teremos que ver", disse o produtor em entrevista ao portal Collider, revelando que Johnny Depp, 56, pode até participar do próximo longa, mas não como protagonista. O que pode estar levando a tamanha resistência em relação a Depp é a vida pessoal do astro, envolta em diversas polêmicas nos últimos anos. As principais delas são as denúncias feitas por sua ex-mulher, Amber Heard, 34, que o acusou de ser verbal e fisicamente abusivo durante o relacionamento deles, que chegou ao fim em 2017. Enquanto a participação do astro é incerta, não se pode dizer o mesmo do roteiro. Cerca de um ano após o lançamento do último filme, "Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar" (2017), foi anunciado que os roteiristas de "Deadpool", Rhett Reese e Paul Wernick estavam em negociações para escrever a história do novo longa. Porém, pouco tempo depois eles desistiram do projeto que foi assumido pelo roteirista de Chernobyl (HBO), Craig Mazin, em parceria com Ted Elliott, roteirista dos demais longas da franquia.

Mais do ACidade ON