Aguarde...
ON Run

onrun

Principais órgãos e sistemas do corpo humano que são exercitados com a corrida de rua. Parte 2

Conheça quais são os principais órgãos e sistemas do corpo humano influenciados pela corrida de rua

| ON Run

 
Principais órgãos e sistemas do corpo humano que são exercitados com a corrida de rua. Parte 2. Crédito: Mário Águas / Divulgação
De tanto observar a quantidade de pessoas de várias idades e biótipos realizando a caminhada e a corrida de rua, você não resistiu e resolveu começar?   

Pensando nisso, selecionamos abaixo alguns assuntos sobre os principais órgãos e sistemas do corpo humano que tem uma relação direta com a prática da corrida de rua. A prática de qualquer atividade física aciona todos os órgãos do nosso corpo, mas a ideia é focar, de uma maneira simples e didática, no funcionamento de alguns deles para um melhor entendimento de como são maravilhosas as adaptações nos mesmos.  

Com isso, fica mais fácil entender o que está acontecendo e como seu corpo reage quando você inicia a prática da caminhada e da corrida de rua. Uma das formas de nos manter firmes ou mais assíduos aos treinos, é conhecendo o que acontece em nosso corpo quando praticamos uma atividade física, no nosso caso, a caminhada e a corrida. Afinal, ler também é um exercício. 


Os Músculos  

Músculos são fibras especiais que fazem o movimento de contração e extensão, para mover várias partes do corpo.
Músculos voluntários são aqueles que podemos controlar através do pensamento. Ex. braços e pernas.
Músculos involuntários são aqueles que funcionam automaticamente. Ex. músculos que movimentam o alimento no aparelho digestivo.  

Observação: Os dedos das mãos são movidos principalmente por músculos do antebraço, conectados aos dedos por tendões: O tendão de Aquiles movimenta o calcanhar. O menor músculo do corpo é o estapédio, que fica na orelha média e tem cerca de 1 cm, o maior músculo (mais longo) é o sartório, que fica na região interna da coxa.  

 

Sistema Músculo Esquelético: O sistema músculo-esquelético é o que dá a estrutura, proteção e força para o organismo. Os 206 ossos do esqueleto fornecem a sustentação e sem eles não teríamos forma. Os músculos produzem e controlam cada movimento. 

O sistema músculo-esquelético é composto por: ossos, crânio, ossos da costela, dentes, cartilagens, articulações, tendões e ligamentos, músculos, movimento dos músculos.  Observação: Os ossos são tecidos vivos, capazes de se recompor.

Os ossos: Os ossos são fortes e leves, porque não são sólidos. São cheios de micro furinhos. Seu interior tem forma esponjosa chamado de osso trabecular. Os ossos constituem 14% do peso total do corpo. A rigidez dos ossos se deve ao depósito de minerais como o cálcio e o fosfato. Alguns ossos contém em seu interior uma substância gelatinosa chamada medula óssea. Observação: Os ossos podem suportar duas vezes a pressão de um granito ou quatro vezes a tensão do concreto, antes de quebrar. Se compararmos podemos dizer que o osso é mais forte que o aço.      

      

O Esqueleto: O esqueleto é bem leve, porém bastante forte para sustentar nosso corpo e proteger os órgãos vitais. Os ossos são unidos por uma cartilagem. A maioria das mulheres tem o esqueleto menor e mais leve que o dos homens. Observação: O osso é um tecido vivo e é cheio de poros, como uma colmeia. Os ossos, para permanecerem fortes, necessitam de cálcio.  

As vértebras: Os ossos das costas (espinha) vêm da base do crânio e descem até os quadris.
A espinha é formada por uma coluna de ossos chamadas vértebras. Cada vértebra está ligada à outra por uma série de articulações. As vértebras são separadas por discos de cartilagem e funcionam como uma almofada  

A coluna vertebral é dividida em cinco grupos: vértebras cervicais (7) região do pescoço - vértebras torácicas (12) tórax - vértebras lombares (5) - osso sacro (cinco ossos unidos) - cóccix (quatro ossos unidos).  

Quer ler mais sobre o assunto? Clique aqui