Publicidade

politica

Sevandija: Justiça mantém leilão de imóveis da ex-prefeita Dárcy Vera

Decisão inclui casa na Ribeirânia e apartamento na avenida do Café, em Ribeirão Preto; há outros imóveis no total de 16, como uma fazenda em Cajuru

| ACidadeON/Ribeirao -

A ex-prefeita Dárcy Vera deixa casa na Ribeirânia (Foto: Matheus Urenha / Arquivo)
A ex-prefeita Dárcy Vera deixa casa na Ribeirânia (Foto: Matheus Urenha / Arquivo)
 

O juiz Lúcio Alberto Enéas da Silva, da 4ª Vara Criminal de Ribeirão Preto, manteve o leilão de 16 imóveis de condenados na Operação Sevandija, entre os quais dois da ex-prefeita Dárcy Vera - uma casa na Ribeirânia e um apartamento na avenida do Café.

Também está no processo uma fazenda localizada em Cajuru de propriedade de Maria Zuely Librandi, ex-advogada do Sindicato dos Servidores Municipais.  

MAIS: Leilão de veículos da Sevandija já arrecada R$ 1,8 milhão

O magistrado acatou pedido do MP (Ministério Público), que requereu que os valores sejam ressarcidos aos cofres da Prefeitura de Ribeirão. Os bens ainda deverão ser avaliados. 

Deflagrada em 2016, a Operação Sevandija apurou esquema de corrupção de mais de R$ 200 milhões na prefeitura. 

A ex-prefeita Dárcy Vera foi condenada, em 2018, a 18 anos e 9 meses de prisão. A ex-Chefe do Executivo ficou presa entre maio de 2017 e dezembro de 2019. Ela conseguiu a liberdade provisória.

No processo, MP e PF (Polícia Federal) apontaram desvio de verba por meio do pagamento de honorários advocatícios a Maria Zuely. 

Outro lado 

A advogada Maria Claudia Seixas, que atua na defesa da ex-prefeita Dárcy Vera, disse que vai recorrer da decisão.

O advogado Jorge Marcos Souza, de Maria Zuely Librandi, informou que vai acionar o STJ (Superior Tribunal de Justiça) para tentar o bloqueio do leilão. 

Os envolvidos na Operação Sevandija sempre negaram envolvimento no esquema de corrupção denunciado pelo Ministério Público. 

Publicidade