Aguarde...

Cotidiano

São Carlos fecha o cerco contra atividades proibidas na fase vermelha

Bar foi fechado por força-tarefa da Prefeitura; no centro, três lojas foram notificadas; ação vai durar até domingo e prevê vistorias em supermercados

| ACidadeON/São Carlos

Prefeitura já fechou bar e planeja endurecer fiscalização nos próximos dias. Foto: Divulgação
São Carlos (SP) vai intensificar as fiscalizações de atividades comerciais não permitidas neste primeiro final de semana do ano. A força-tarefa montada pela Prefeitura irá realizar ações em diferentes pontos da cidade. A cidade está na fase vermelha do Plano São Paulo até domingo (3). 
 
Um bar no bairro São Carlos 8 foi fechado por funcionamento irregular. No Centro, neste sábado (2), três lojas foram notificadas, segundo a Prefeitura. Hoje são realizadas vistorias especificas nos supermercados. O trabalho é necessário para o cumprimento das exigências previstas tanto nas legislações municipais como do Plano São Paulo, segundo o coordenador do Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus, Mateus de Aquino.  

Guarda Municipal, Policia Militar, Procon, Vigilância Sanitária e Departamento de Fiscalização da Prefeitura fazem parte da força-tarefa.
O secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Samir Gardini, informou que desde quinta-feira (31), as equipes da força-tarefa realizam vistorias de saturação em vários bairros da cidade. Um bar foi notificado a encerrar as atividades não permitida dentro da fase vermelha.  

"Também atendemos denúncias feitas pelo telefone 153, a maioria relativa ao funcionamento irregular de estabelecimento comerciais e sobre o não uso de máscaras, o que é obrigatório", finaliza Gardini.  

Segundo o diretor do Departamento de Fiscalização, Rodolfo Tibério Penela, os trabalhos de fiscalização continuarão durante toda a semana, principalmente em relação ao cumprimento da sentença judicial que não permitir a realização de festas com aglomeração de pessoas sem as devidas licenças.  

De acordo com a diretora do Procon de São Carlos, Juliana Cortes, o trabalho no controle de acesso e o cumprimento das normas sanitárias em supermercados e congêneres, são essenciais nessa época do ano.  

"É um trabalho conjunto de orientação, pedimos também, a conscientização de todos. Se precisar ir ao supermercado, para ir sozinha, não em grupos familiares, para evitar aglomeração e a exposição desnecessária nesses lugares", orienta a diretora.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON