Aguarde...

Cotidiano

Escola estadual de Ibaté registra quatro casos de Covid-19

De acordo com o Estado, três professores e uma aluna foram contaminados; unidade escolar continua atuando normalmente

| ACidadeON/São Carlos

 

Escola Estadual André Donatoni, em Ibaté. Foto: Reprodução/Google

Mais uma unidade escolar de Ibaté (SP) registrou casos de Covid-19. Desta vez, três professores e uma estudante da Escola Estadual André Donatoni testaram positivo para o vírus. No entanto, a unidade não foi fechada.

A informação foi confirmada pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) nesta terça-feira (2). A pasta ressaltou que os casos foram relatados na semana passada.

"As professoras tiveram contato em seu convívio social. Dentro da escola o protocolo é seguido rigidamente e não foi caracterizado contactante a situação que encontramos na escola", explicou Débora Blanco, dirigente regional de ensino de São Carlos.

A dirigente regional esclareceu que a unidade escolar continua funcionando, já que não houve indícios de outras contaminações. "A Vigilância Sanitária foi comunicada via ofício e todas as providências foram tomadas. A Secretaria da Educação e da Saúde estão acompanhando o caso e não há indícios de outras contaminações ou outras pessoas com sintomas, então as atividades seguem normalmente", disse.  

VEJA MAIS NOTÍCIAS DE SÃO CARLOS E REGIÃO

O Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo (Apeoesp) informou que encaminhou na tarde desta terça (2) uma solicitação para a Diretoria de Ensino pedindo o fechamento da escola. 

Para o sindicato, que aponta contaminação em quatro professoras e uma aluna - diferente do indicado pelo Estado -, é estranho imaginar que as docentes não tiveram contato com outros profissionais e alunos. 

Outra unidade escolar
Essa não é a primeira unidade escolar do município a ser acometida pela Covid-19. Em fevereiro, a Escola Municipal Edith Benini fechou por 14 dias após quatro profissionais serem infectados depois da volta às aulas.

Questionada se a administração poderia também fechar essa unidade, a prefeitura informou que interfere apenas em escolas municipais seguindo o protocolo do Gabinete de Prevenção e Monitoramento do Coronavírus do município, que prevê o fechamento por 14 dias para cumprir a quarentena.

No entanto, a administração esclareceu que o protocolo adotado pelas escolas estaduais deve ser manifestado diretamente pela própria Secretaria Estadual de Educação.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON