Aguarde...

ACidadeON São Carlos

SÃO CARLOS
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Vice-governador participa de painel no Conexidades em São Carlos

Em sua fala, Rodrigo Garcia destacou a necessidade de discutir a São Paulo do futuro; confira

| ACidadeON/São Carlos

Rodrigo Garcia (foto: Reprodução / Facebook)
 

O último dia de palestras do CONEXIDADES contou com a presença especial do Vice-Governador do Estado, Rodrigo Garcia. Neste sábado (8), o Presidente da UVESP, Sebastião Misiara abriu a fala comentando sobre a importância desse encontro para a troca de experiências.

"Estamos completando um ciclo de debates no sentido de buscar um novo modelo de administração pública ditado pelas últimas eleições. Os agentes públicos sabem que precisamos, a cada dia, encontrar soluções novas para problemas antigos. O Brasil nasceu no município, entretanto, temos uma nação completamente diferente do que vemos na Europa e nos EUA. Para nós, o futuro já começou. Os debates, aqui, foram diretamente direcionados para a administração. É uma proposta que a UVESP e seus parceiros fazem no sentido de que a administração pública encontre o caminho que nós queremos, da qualidade de vida e do desenvolvimento no Estado de São Paulo. A solução se encontra na boa vontade de cada um", declarou Misiara.

Em sua fala, o Vice-Governador destacou a necessidade de discutir a São Paulo do futuro. "É a hora de olhar com mais profundidade as contas e políticas públicas, reorganizá-las e preparar o Estado para o futuro. Precisamos definir quais as ações que serão feitas agora e que terão impacto daqui há 20, 30 anos.

Garcia falou ainda sobre a importância da responsabilidade fiscal para que o Estado possa investir e sobre os polos de desenvolvimento econômico, que atuarão na interligação de mão de obra qualificada, infraestrutura urbana, sistema tributária e desburocratização. "Estamos olhando com muita profundidade às despesas públicas. Precisamos olhar também para as reformas. Os grandes desafios que nós temos não são novos, mas precisam de inovação para serem solucionados. O Brasil tem urgência. E é esse senso de urgência que o Governador implantou em nossa administração. Os desafios são grandes, mas nosso trabalho e nossos sonhos também", ressaltou.  

Ainda sobre o momento atual do municipalismo, o Vice-Governador afirmou: "o Brasil está mudando pois temos o melhor controle que um país pode ter, que é o controle da sociedade. É através desse controle que temos convicção que o Brasil vive essa transição, existem enormes desafios, mas vamos superá-los para criar um país melhor, mais justo e com mais oportunidades para os brasileiros", completou o Vice-Governador.
E para falar mais sobre a temática principal esteve presente o Secretário de Estado da Habitação, Flavio Amary, que reforçou a imposição da criatividade e inovação para solucionar os problemas do Estado nesse segmento. "Nosso gabinete é aberto para que a gente converse com os prefeitos e vereadores para entender e conhecer a realidade, buscando uma solução para cada pedacinho do Estado. Não vamos resolver todos os problemas com recurso público. A parcela que existe de investimento do Estado é muito pequena. Precisamos atuar com investimento privado, na parceria com o poder público, para criar soluções. Vamos criar condições para que esse investimento seja justo e traga solução para quem mais precisa", completou.  

Flávio também discorreu sobre a necessidade de desburocratização de processos e fazer com que as aprovações sejam mais rápidas. "Os municípios que fazem dessa forma têm menos problemas sociais. Temos que trabalhar mais para atender toda essa população. Temos que buscar formas, com criatividade, para atender a população que mais precisa. É importante o apoio do Governo Federal, para que seja feito em conjunto, União e Estado", disse.  

O palestrante fez seu encerramento incentivando aos municípios para que façam convênios com o Programa Cidade Legal, que hoje já conta com mais de 500 cidades cadastradas.  

Em seguida, Eduardo Velucci, Diretor-Presidente CDHU, explanou sobre a atuação do CDHU no Estado de São Paulo. "Temos que fazer com que realmente aconteçam as construções, buscar a dignidade aos nossos munícipes. E a CDHU é um órgão facilitador, estamos buscando alternativas nessa empreitada. Temos trabalhado intensamente na Serra do Mar. Retiramos mais de 20 mil pessoas para fazer o reassentamento de forma digna. Esse trabalho socioambiental é muito importante e queremos estender para o interior", finalizou.  

Compuseram ainda a mesa: Silvio Pires, Vice-Presidente Administrativo do Conselho Regional de Administração - CRA, Marcos Toledo, Secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano de São Carlos, Augusto Aras, Subprocurador da República, Sônia Beolchi, Vice-Presidente da UVESP e Presidente da Câmara de Ibirá, Rosilene Trevisan, Vereadora de Cedral, Duarte Nogueira, Prefeito de Ribeirão Preto e Presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Ribeirão Preto RMRP.


Mais do ACidade ON