Aguarde...

cotidiano

Comércio deve ter novo horário de funcionamento a partir de segunda

Definição vai depender da fase em que a cidade será classificada no Plano SP. Confira quais são as possibilidades

| ACidadeON/São Carlos

Comércio de São Carlos. Foto: Divulgação
 

O Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus, após solicitação da ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos e do Sincomercio (Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos e Região), para mudança no horário de funcionamento do comércio não essencial estabelecido anteriormente por essas mesmas entidades, definiu com os representantes o horário dos estabelecimentos a partir da próxima segunda-feira (29/06). 

Ficou acordado que se município permanecer na Fase Laranja do Plano São Paulo, já que na próxima sexta-feira (26/06) o Governo do Estado São Paulo vai fazer uma nova avaliação, o horário poderá ser alterado e passar para 12h às 16h de segunda a sexta-feira e aos sábados das 9h às 13h. 

Se o Plano São Paulo entender que os números estão estabilizados no município com relação à disseminação da COVID-19, principalmente com relação aos números de leitos de UTI/SUS, e retornar São Carlos para a Fase Amarela (Fase 3 de flexibilização com maior liberação de atividades), o comércio poderá voltar a funcionar por 6 horas diárias (com capacidade de 40%), portanto já ficou acordado que se isso ocorrer o comércio vai atender das 10h às 16h de segunda a sábado. 

Se a cidade for rebaixada para a Fase Vermelha (alerta máximo - fase de contaminação) somente poderão funcionar os serviços essenciais. 

De acordo com Mateus de Aquino, coordenador do Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus e secretário de Comunicação, o prefeito Airton Garcia determinou que o Comitê dialogasse com os representantes das classes econômicas para que as deliberações sobre o atendimento presencial sejam sempre pertinentes aos lojistas e empresários que geram empregos importantes nesse momento crítico. "O comitê reforça o apelo para obediência dos protocolos sanitários, por parte dos lojistas e seus colaboradores, como também a conscientização da população no uso da máscara, o respeito ao distanciamento social e que evite o trânsito desnecessário", ressaltou Aquino.

Mais do ACidade ON