Aguarde...

Política

Sara Winter é expulsa do DEM após 'atos antidemocráticos'

"Jamais vamos aceitar em nosso partido quem prega a violência e pratica atos antidemocráticos", declarou o presidente nacional do Partido, ACM Neto

| ACidadeON/São Carlos

Sara Winter. Foto: Redes Sociais
 

O Democratas Nacional decidiu, na manhã desta terça-feira (2), aplicar a sanção sumária de expulsão à Sara Fernanda Giromini, com cancelamento de filiação partidária. O presidente nacional do partido, ACM Neto, disse em uma rede social que Sara não tinha vida partidária atuante no partido, mas era filiada.

"Nós usamos o estatuto e o código de ética do Democratas para embasar a decisão de expulsá-la. Jamais vamos aceitar em nosso partido quem prega a violência e pratica atos antidemocráticos", declarou.

Em nota, o partido afirma que: "é importante ressaltar que o Democratas repudia, de forma veemente, quaisquer atos de violência ou atentatórios ao Estado de Direito, ao Regime Democrático e às instituições brasileiras". Confira a íntegra:

NOTA OFICIAL


O Democratas Nacional decidiu, na manhã desta terça-feira (2), aplicar a sanção sumária de expulsão à Sara Fernanda Giromini com cancelamento de filiação partidária pelo descumprimento dos deveres éticos previstos estatutariamente.

É importante ressaltar que o Democratas repudia, de forma veemente, quaisquer atos de violência ou atentatórios ao Estado de Direito, ao Regime Democrático e às instituições brasileiras.

Antonio Carlos Magalhães Neto
Presidente Nacional do Democratas 

Alvo de operação contra fake news  

A ativista Sara Winter, natural de São Carlos, foi um dos 29 alvos de uma operação da Polícia Federal contra fake news no último dia 27 de maio.  

Após ter o computador e celular apreendidos, a investigada xingou com palavrões o ministro Alexandre de Moraes. Veja vídeo:  



Mais do ACidade ON