Publicidade

politica

Lula tem sete pontos de vantagem sobre Bolsonaro, diz Exame/Ideia

Em pesquisa divulgada nesta quinta-feira (23), o petista tem 48% dos votos, contra 41% do atual chefe do executivo.

| Estadao Conteudo -

Ex-presidente Lula e presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução/Instagram/Isac Nóbrega/PR)
É de 7 pontos percentuais a diferença entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) em eventual segundo turno das eleições presidenciais. Segundo a pesquisa Exame/Ideia divulgada nesta quinta-feira (23), o petista tem 48% dos votos, contra 41% do atual chefe do executivo.

Os percentuais oscilaram dentro da margem de erro na comparação com o aferido em maio, na última rodada do levantamento. Na ocasião, Lula tinha 46% e Bolsonaro, 39%, indicando que a distância entre eles se manteve estável. Segundo a pesquisa, Lula também venceria Simone Tebet (MDB), por 47% a 20%; e Ciro Gomes (PDT), por 45% a 33%. Bolsonaro venceria Simone Tebet por 44% a 23%. O presidente também superaria Ciro Gomes, por 43% a 37%.
 
LEIA MAIS 
Vereador de São Carlos propõe criação de Comitê de Combate à Fome  
Câmara repercute pedido de demissão de secretária de Saúde de São Carlos  
Secretária de Saúde pede demissão, afirmam vereadores


Primeiro turno
No primeiro turno, Lula lidera sobre Bolsonaro por 45% a 36%; Ciro Gomes tem 7%; Simone Tebet, 3%; André Janones, 1%. Outros pré-candidatos não chegaram à marca de 1%.

Na rodada divulgada em maio, o petista tinha 46% da preferência, ante 39% do chefe do Executivo. Mas não é possível comparar com precisão os dois levantamentos, pois o ex-governador João Doria (PSDB), que acabou desistindo de sua pré-candidatura, ainda era considerado na edição do mês passado.

A pesquisa Exame/Ideia consultou 1.500 eleitores por telefone entre os dias 17 e 22 de junho. A margem de erro é de 3 pontos, para mais ou para menos. O código de registro na Justiça Eleitoral é BR-02845-2022. 
 
VEJA TAMBÉM 
Búfalas de Brotas: Justiça concede liberdade provisória ao dono da fazenda 
IR: contribuintes da região de São Carlos vão ganhar R$ 70 mi no 2º lote  
ANS adiciona contraceptivo injetável à lista de cobertura dos planos

Publicidade