29 de maio de 2024
- Publicidade -
ON Run

Chepngetich e Salpeter se enfrentam na Maratona Feminina de Nagoya

Ruth Chepngetich e Lonah Chemtai Salpeter irão competir pelo primeiro lugar na Maratona Feminina de Nagoya, neste domingo (13).

 

A queniana Ruth Chepngetich é uma das novidades da Maratona Feminina de Nagoya, assim como a israelense Lonah Chemtai Salpeter. (Foto: Divulgação).
A queniana Ruth Chepngetich é uma das novidades da Maratona Feminina de Nagoya, assim como a israelense Lonah Chemtai Salpeter. (Foto: Divulgação).

A campeã mundial da maratona, Ruth Chepngetich, e a vencedora da Maratona de Tóquio, Lonah Chemtai Salpeter, vão renovar a rivalidade na Maratona Feminina de Nagoya prova de estrada da World Athletics Elite Platinum Label no domingo (13). 

As atletas em Nagoya disputarão o maior prêmio para as melhores atletas do mundo nas maratonas: US$ 250.000.
Sendo a maior maratona feminina do mundo, uma das corridas de alto nível do mundo e a única corrida feminina com o selo World Athletics Platinum, a Maratona Feminina de Nagoya continua a ser líder global em corrida feminina.

Até o momento, Chepngetich venceu cinco das sete maratonas que completou e ainda chegou ao pódio em suas outras duas. A consistente queniana teve seu melhor ano em 2019, começando com seu 2:17:08 PB em Dubai em janeiro, oito meses depois conquistou o título mundial em Doha.

Como muitos atletas, ela teve um ano discreto em 2020, mas ainda terminou em terceiro na Maratona de Londres em 2:22:05. No ano passado, ela não conseguiu terminar a maratona olímpica, mas se recuperou dois meses depois, conquistando a vitória em Chicago em 2h22min31seg.

Embora a corredora de 27 anos pareça estar mais focada em vitórias do que em recordes, ela também é mais do que capaz de produzir tempos rápidos. Em abril do ano passado, ela estabeleceu um recorde mundial da meia maratona correndo a distância em 1h04:02 em Istambul. 

“Escolhi correr a Maratona Feminina de Nagoya porque o Japão é um lugar agradável e o ambiente é bom”, disse Chepngetich. “E, como mulheres, temos que nos encorajar e fazer o melhor. Estou ansiosa por uma boa corrida e gostaria de conseguir um PB.”

- Publicidade -

A única prova competitiva de Chepngetich até agora este ano foi no Campeonato Queniano de Cross Country em Eldoret, em janeiro, onde ela terminou em sexto, Ela se sente muito mais à vontade correndo nas ruas. 

O mesmo acontece com Salpeter. a corredora israelense venceu a Maratona de Tóquio de 2020 em um recorde de 2h17:45, tendo estabelecido recordes nacionais ao vencer em Praga e Florença. 

Seu retorno ao Japão para as Olimpíadas em 2021 não foi o planejado, pois ela terminou em 66º, mas ela se recuperou em outubro e ficou em quinto lugar em Londres com 2h18min54seg. 

“Estou feliz por estar aqui”, disse Salpeter. “É a minha primeira vez e espero dar o meu melhor no domingo. O meu treino tem sido bom. Estive no Quénia durante oito semanas, por isso estou pronto para o domingo.

- Publicidade -

Esta pode ser a primeira vez que Chepngetich e Salpeter têm um verdadeiro confronto na maratona. Em seus dois encontros anteriores, Salpeter não conseguiu terminar o Campeonato Mundial de 2019, enquanto Chepngetich fez o mesmo nas Olimpíadas de Tóquio. 

Seu único duelo até o momento foi no Campeonato Mundial de Meia Maratona de 2018 em Valência, onde Salpeter terminou apenas um lugar à frente de Chepngetich. 

Quatro anos depois, elas voltam a se reencontrar e desta vez para um duelo na maratona deste final de semana, pode ter uma história diferente.

Eles estão entre as quatro atletas sub-2h24 inscritas para o evento, já que as japonesas Yuka Ando e Reia Iwade lideram um forte contingente japonês. 

Ando correu seu PB de 2h21:36 ao terminar em segundo em Nagoya em 2017 e começou este ano com um recorde pessoal de meia maratona de 1:08:13 em Yamaguchi, enquanto Iwade correu seu melhor tempo de maratona de 2h23:52 em Nagoia em 2019.

A australiana Sinead Diver fará sua terceira aparição em Nagoya. Ela terminou em 10º em 2017 com um PB de 2h31:37, depois gravou um DNF em 2020. Agora com um melhor de 2h24:11 e um 10º lugar nas Olimpíadas do ano passado, a atleta de 45 anos poderia contentar-se em terminar entre as cinco primeiras. 

A japonesa Rie Kawauchi e as estreantes da maratona Kaena Takeyama e Yuka Suzuki também são atletas a serem observadas. Dependendo de sua colocação e posição, os melhores finalistas japoneses podem garantir a vaga na seleção para o Campeonato Mundial de Atletismo Oregon22 ou a corrida de Trials Olímpicos do Japão para os Jogos de 2024.

Stellah Barsosio, do Quênia, Mao Uesugi, do Japão, e Charlotte Purdue, da Grã-Bretanha, estarão entre as atletas pacers que fará o ritmo.

A edição do ano passado da Maratona Feminina de Nagoya foi realizada como uma corrida doméstica e foi vencida pela japonesa Mizuki Matsuda em 2h21min51seg.

Dez anos depois da edição inaugural da corrida em 2012, a Maratona Feminina de Nagoya continua a ser a principal maratona feminina do mundo. Atraiu 21.915 corredores em 2018 – um recorde mundial para uma maratona só para mulheres.

Depois de receber o Prêmio Mulheres e Esportes do Comitê Olímpico do Japão em 2017, a corrida foi premiada com o Diploma de Realização Esportiva e Feminina do Comitê Olímpico Internacional em 2019 por desempenhar um papel significativo no aumento da população de mulheres corredoras no Japão.

A corrida, que começa às 9h10, horário local de domingo, será transmitida ao vivo para 33 países e regiões (Argentina, Austrália, Brasil, Brunei, Camboja, Chile, Colômbia, Egito, Etiópia, França, Alemanha, Hong Kong, Indonésia , Itália, Quênia, Macau, Malásia, México, Mônaco, Mianmar, Namíbia, Holanda, Nova Zelândia, Papua Nova Guiné, Filipinas, Cingapura, África do Sul, Coréia do Sul, Espanha, Taiwan, Tailândia, Reino Unido e Estados Unidos da América).

Atletas confirmadas
Ruth Chepngetich (KEN) 2:17:45
Lonah Chemtai Salpeter (ISR) 2:17:45
Yuka Ando (JPN) 2:21:36
Reia Iwade (JPN) 2:23:52
Sinead Diver (AUS) 2:24: 11
Rie Kawauchi (JPN) 2:25:35
Hanae Tanaka (JPN) 2:26:19
Mirai Waku (JPN) 2:26:30
Ayano Ikemitsu (JPN) 2:26:07
Ai Hosoda (JPN) 2:26: 34
Chiharu Ikeda (JPN) 2:27:39
Eloise Wellings (AUS) 2:29:19

- Publicidade -
plugins premium WordPress