Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Geladeira Comunitária deixa de funcionar após quase dois anos

Ednan Dalle Piagge, que mantinha iniciativa, diz que novo projeto social vai substituir a ideia que ajudou a matar a fome de muita gente

| ACidadeON/Araraquara

Dona Elza Dias e Ednan Piagge, cuidaram da Geladeira Comunitária por quase dois anos (Fotos: Amanda Rocha)
 
Moradores de rua e famílias carentes que procuraram a Geladeira Comunitária, instalada no estacionamento de uma padaria, na Vila Harmonia, na manhã desta terça-feira (13), encontraram o eletrodoméstico desligado. É que o responsável pela iniciativa, o empresário Ednan Dalle Piagge, de 33 anos, decidiu encerrar o projeto. Uma nova ideia deve cumprir a missão de matar a fome dos que mais precisam daqui para frente.  

"Eu acho que a Geladeira cumpriu sua missão. Ajudamos muitas famílias, demos comida, auxiliamos todos que quiseram mudar de vida, tiramos dezenas das ruas, conseguimos emprego, internação para os que necessitavam, encaminhamos outros para a Casa Transitória e só ficou na rua mesmo quem quis", explica Piagge.  

Já há algum tempo ele e a mãe, Elza Dias, de 66 anos, fazem um cadastro das famílias carentes. A ideia, a partir de agora, é levar até elas, tanto marmitas produzidas por um grupo de voluntários, quanto cestas de alimentos doados por quem sempre colaborou com a ideia da geladeira.   



"É uma nova fase, criamos a Cozinha Comunitária. Isso vai fazer com que as famílias não precisem mais caminhar por horas para chegar até aqui como acontecia antes. Tinha gente que vinha a pé do Hortênsias, Valle Verde, Parque São Paulo, para pegar comida. Agora vamos levar até eles com base nesse cadastro que fizemos", explica Ednan Piagge.  

A Geladeira Comunitária chegava a atender cerca de 300 pessoas todos os dias. Os alimentos eram doados pelos moradores de bairros próximos ou até mesmo de regiões distante. Alguns, passaram a fazer mais comida que o necessário para alimentar a família só para contribuir com o projeto.  

"Cumprimos nossa missão e agora vamos apostar na Cozinha Comunitária e continuar ajudando quem precisa", reforça Piagge.

Geladeira do Cora

A Geladeira Comunitária que funciona no estacionamento de uma operadora de crédito, em frente ao Centro Oncológico da Região de Araraquara (Cora), da Santa Casa, continua.  

Os grupos Embaixatrizes do Bem e Chá de Lenços são os responsáveis pela iniciativa que conta com o apoio de Ednan Dalle Piagge. "Essa Geladeira funciona em um esquema diferente e por isso ela segue atendendo pacientes que fazem tratamento contra o câncer e também os acompanhantes que muitas vezes passam o dia todo aguardando o final do tratamento ou até mesmo o transporte de volta para casa", justifica.

Pela característica dos pacientes, os alimentos distribuídos são diferentes daqueles entregues na Geladeira que deixou de existir. Nesse equipamentos são deixados produtos como água de coco, sucos, gelatinas, Yakult, saladas de frutas, bolachas doces e salgadas, frutas entre outras coisas.

A Geladeira Comunitária em frente ao Cora funciona de segunda à sexta-feira das 10h30 às 16h30.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Veja também