Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Dengários de Araraquara têm média de 250 atendimentos por suspeita de dengue por dia

Cidade vive a segunda pior epidemia com 6.477 casos confirmados e 7 mil em análise. Alto número de atendimento é gerado por necessidade de acompanhamento de infectado

| ACidadeON/Araraquara

 

Os dengários, espaços de atendimento criados para receber os pacientes com dengue, em Araraquara (SP), atende uma média de 200 a 250 pessoas por dia, segundo a prefeitura. Nessa semana, o número recorde foi de 342 atendimentos durante expediente.

Com 6.477 casos confirmados e 7 mil em análise, a cidade enfrenta a pior epidemia da sua história depois de 2015, quando foram registrados 8.242 infectados. Nesse ano, 5 pessoas morreram.

Atualmente, Araraquara tem duas unidades do dengário, uma na Rua Voluntários da Pátria, a Rua 5, e outra no Centro de Eventos de Araraquara e Região (Cear). Nessa semana, a segunda teve o horário de funcionamento expandido para até 20 horas. 

 

Coleta de sangue exame dengue Araraquara. (Foto: Reprodução EPTV)

Rotina nos dengários
A rotina nos dengários começa às 7 horas. Na primeira hora de atendimento, cerca de 40 pessoas já haviam chegado ao local.

A pensionista Maria do Carmo de Souza Oliveira chegou pouco antes das 8 horas da manhã e pegou a senha número 39. Há dois dias ela sente febre, dor no corpo e cansaço. Essa é a segunda vez com os mesmos sintomas.

"Eu fui no postinho, aí eles falaram que era para eu vir aqui fazer o exame, porque acharam que era dengue", disse.

No primeiro atendimento com a enfermeira, Maria passou pela checagem dos sinais vitais e pela coleta de sangue, que será analisado em poucos minutos.  

Rotina nos dengários pensionista Maria do Carmo de Souza Oliveira. (Foto: Reprodução EPTV)

Exame checa plaquetas
Segundo o técnico em enfermagem Gabriel Henrique de Oliveira, que atua no local, a amostra servirá para analisar as plaquetas.

"Um dos resultados é a plaqueta, que é um indicador que a pessoa esteja com a dengue. Após a coleta e o resultado, o paciente passa pela consulta médica para decidir se hidrata em casa ou toma alguma medicação aqui conosco", contou.  

Dengue Araraquara (SP) dengário. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Atendimentos para acompanhamento
Para explicar o alto número de atendimentos, o médico André Luiz Bottacin contou que várias pessoas que procuram o dengário já estiveram lá antes e foram diagnosticadas em outras consultas.

"A gente tem uma média de 1 ou 2 a cada 10 [pacientes] com o primeiro diagnóstico, o restante é mais o seguimento mesmo, então a gente tem uma demanda grande do acompanhamento dos casos confirmados", disse o médico. 

Não foi o caso do exame de Maria. Apesar de ter os sintomas, as plaquetas estão normais. A orientação é apenas se cuidar para uma recuperação mais rápida.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook