Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Bairro de Araraquara teve falta d'água 16 vezes nos últimos meses

Levantamento feito pela CBN desde maio mostra que o Jardim Vale das Rosas, na região da Vila Harmonia, foi o mais afetado com obras do DAAE

| ACidadeON/Araraquara

A cozinheira Sirlei Lourenço Rodrigues reclama da falta de água (Foto: Milton Filho)
O Jardim Vale das Rosas, na região da Vila Harmonia, em Araraquara, foi o bairro que mais registrou falta dágua nos últimos cinco meses. Desde maio, foram 16 interrupções no abastecimento. Levantamento feito pela CBN, com boletins divulgados diariamente pelo Departamento Autônomo de Água e Esgotos (DAAE), revela ainda que o São Geraldo, Santana e Carmo estão entre os bairros mais afetados.  

No levantamento, a reportagem considerou apenas a falta de água provocada pelos serviços de melhorias, como trocas de ramais e interligações de redes; reparos emergenciais não foram levados em conta.  

Em segundo lugar no ranking aparece o São Geraldo. Foram 15 vezes em que o fornecimento de água foi interrompido parcial ou totalmente no bairro.  

A cozinheira Sirlei Lourenço Rodrigues, de 51 anos, entende o desabastecimento, mas reconhece que o dia-a-dia do restaurante em que trabalha fica prejudicado.  

"Nos dias que faltam água atrapalha o trabalho é prejudicado. Na hora da limpeza, sem água não dá", diz ela.  

O terceiro bairro mais afetado é o Santana, com 14 interrupções, seguido do Carmo e Vila Harmonia, que aparecem em quarto lugar, com 13 faltas dágua ao longo dos últimos cinco meses.  
 
A diarista Jucileide diz que muda o dia da faxina quando o bairro está sem água (Foto: Milton Filho)
O restaurante de Francisco Evangelista Neto, de 26 anos, fica bem na divisa entre o Carmo e o Centro, outro bairro afetado com 11 interrupções. Segundo ele, a falta de água dificulta os atendimentos aos clientes. "Já tivemos que dar outro jeito, como comprar galões de água. A falta de água é ruim porque acumula louça, o cliente não tem como lavar a mão ou ir ao banheiro", afirma.  

A diarista Jucileide Vieira Silva, de 40 anos, trabalha em casas na região do Jardim Vale das Rosas, Santa Angelina, quinto bairro mais prejudicado da cidade com 12 interrupções, e Vila Velosa, que aparece em sétimo, com 10.  

Segundo a diarista, sempre que falta água, ela precisa trocar os dias em que faz as faxinas. "Agora eu ligo no Daae ou entro no site ára saber se vai ter falta de água. Se vai faltar água no bairro onde vou trabalhar, procuro trocar o dia, porque sem água não dá", afirma.  

Os bairros Jardim Domingo Sávio, Jardim dos Ypês, Jardim Primavera, Vila Kátia, Vila Velosa e Vila Do Servidor também aparecem entre os mais afetados.  

O que diz o DAAE?
O diretor técnico operacional do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) José Brás Scognamiglio explica que estão sendo realizadas duas obras simultâneas, uma delas é para criar subestações na Estação de Tratamento (ETE) da Fonte.  
"Hoje a ETE Fonte atende cerca de 25 mil pessoas e muitos serviços executados deixa toda essa população sem água. Agora, com a criação dos subsetores, as obras futuras de manutenção devem desabastecer menos pessoas", afirma.  

Outra obra é de substituição da rede antiga. Até o fim do ano devem ser trocados mais de 6 mil metros de rede. "Estas redes de água de Araraquara são muito antigas, de ferro fundido, e ainda tem muita rede para ser trocada; é um mal necessário. Este ano ainda vamos trocar cerca de seis quilômetros de rede e outros seis quilômetros deve ficar para 2020", finaliza.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON