Aguarde...

cotidiano

Araraquarenses esperam mudanças para 2021 na Câmara de Araraquara

Com renovação de vereadores, população aguarda mais investimento em saúde e lazer

| ACidadeON/Araraquara

Araraquarenses como João Paulino e Sônia Ribeiro cobram mais investimento na saúde , lazer segurança na cidade (Foto: Amanda Rocha/ACidadeON)

Após grande renovação política nas cadeiras do Legislativo de Araraquara para o próximo ano, o ACidadeON foi às ruas para saber o que os eleitores esperam da Câmara de Araraquara para 2021. 

Dos 18 vereadores eleitos em Araraquara, cinco são jovens, sendo 27,7% dos vereadores escolhidos com idade entre 25 e 29 anos. E três vereadores com mais tempo de casa não se reelegeram. 

Saúde, lazer e segurança são as principais preocupações dos araraquarenses ouvidos pela reportagem. 

O aposentado João Aparecido Paulino, de 63 anos, diz que com a mudança de nomes na Câmara está otimista com melhorias na saúde. 

"Com essa grande mudança que teve aí, espero coisa boa, é muita gente nova e espero o melhor sempre, porque do jeito que estava lá na Câmara as pessoas estavam muito acomodadas na cadeira e não fazendo nada pela cidade. Eu me preocupo muito com a saúde e segurança na minha idade", aponta.  

Já Sônia da Silva Ribeiro, técnica de enfermagem, de 37 anos, espera mais oportunidades de emprego e educação para os jovens , além de mais atenção ao bairro Selmi Dei. Após 12 anos trabalhando na área da saúde, ela está desempregada no momento e se preocupada com a falta de segurança no bairro.  

"Espero que com as mudanças que teve na Câmara eles melhorem a parte da segurança e educação. Quero mais oportunidades de emprego para os jovens, cursos de formação etc. Eu moro há 22 anos no setor 5 do Selmi Dei e está sem segurança nenhuma por lá, ruas com buraco, mato, espero uma mudança no bairro", enfatiza.  

A aposentada Maria Luisa de Carvalho, 66 anos, também é moradora do Selmi Dei e por falta de espaços de lazer no bairro, vai até o Parque Infantil fazer caminhadas. Ela cobra mais praças e ciclovias para a cidade.   

A aposentada Maria Luisa de Carvalho cobra mais áreas de lazer no Selmi Dei e ciclovia na cidade (Foto: Amanda Rocha)

"Eu gostaria de mais lazer, por exemplo, uma ciclovia, a gente que gosta de andar de bicicleta não tem lugar para ir, é perigoso andar nas ruas. Não temos praças no Selmi Dei, não tem onde as crianças brincarem, precisamos de mais espaços de lazer", cobra. 

Um jovem que não quis se identificar afirma que espera mais investimento na área da saúde, com mais contratações de profissionais e suportes em todos os aspectos.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON