Aguarde...

cotidiano

LUTO: Adauto será velado na Câmara de Matão sem público

Para o sepultamento, corpo será levado em cortejo pelo anel viário da cidade; políticos prestam homenagens

| ACidadeON/Araraquara

Adauto Scardoelli morre aos 67 anos (Foto: Rede Social)
 
O velório e sepultamento do prefeito Adauto Scardoelli de Matão será na Câmara Municipal, às 11h, deste sábado (5) e seguirá as normas sanitárias por causa da pandemia da covid-19. Será restrito a familiares, não terá público e terá duração de três horas.   

 
Adaulto Scardolli morreu na noite de sexta-feira (5), aos 67 anos. Ele teve um infarto após 30 dias internado se tratando de de uma diverticulite e perfuração intestinal. Adaulto era natural de Tabatinga, mas foi em Matão que fez história na política sendo prefeito por quatro mandatos. Ele deixa a esposa Marília e os filhos, Renato, Fernando, Fabiana e Ricardo.

O prefeito em exercício de Matão, Aparecido Ferrari, decretou luto oficial de 03 dias, a partir deste sábado (5).

CORTEJO 
Após o velório, por volta das 13h, o corpo será levado a um cortejo no caminhão do Corpo de Bombeiros para que a população possa se despedir. O cortejo sairá da Câmara Municipal à esquerda pela Avenida Padre Nelson até a Avenida Baldan, seguindo à esquerda até a Avenida Trolesi, descendo por esta via sentido Jardim do Bosque, até a Avenida Francisco Mastropietro, contornando à esquerda sentido Túnel da Liberdade, no Jardim Primavera, continuando pelo Parque Aliança e Jardim São José até a Avenida Ludwig Eckes, seguindo no sentido Jardim Santa Rosa até a Avenida João Marchesan, continuando até a Avenida Laert José Tarallo Mendes, contornando à esquerda até a Alameda da Saudade e, finalmente, pegando novamente à esquerda até o Cemitério Municipal. 

Edinho Silva, Adauto Scardoelli e Lula, em encontro do PT (Foto: Arquivo/Edinho Silva)
 
HOMENAGENS 
Pelas redes sociais, o prefeito de Araraquara Edinho Silva (PT) prestou homenagem ao amigo de partido. "Adauto foi meu companheiro de sonhos e lutas por uma sociedade mais justa e igualitária durante 30 anos. Um dos membros mais antigos do PT no estado de São Paulo, uma liderança reconhecida e histórica, foi prefeito de Matão por três mandatos completos: de 1997 a 2000, de 2005 a 2008 e de 2009 a 2012. Agora, em 2021, estava começando seu quarto mandato. Um marco na história da cidade e na vida do povo matonense. É um momento muito triste para a população de Matão, para os companheiros do Partido dos Trabalhadores e para toda a região. Uma dor intensa, uma perda que grita e fere a alma. Adauto Scardoelli fará muita falta. Em nome dele, continuaremos lutando, dia a dia, para uma sociedade melhor e que olhe para as pessoas que mais precisam. Meus sentimentos à toda a família, aos amigos, aos moradores de Matão e aos companheiros do PT que sonharam e lutaram com ele. Obrigado por tudo, Adauto. Sua energia, seu sorriso contagiante, sua alma fraterna, sempre estará comigo e com muitos que tiveram a felicidade em compartilhar essa jornada com você. Que o Deus da nossa história te acolha e nos conforte na sua ausência", diz Edinho Silva. 
 
Quem também deixou sua homenagem foi a deputada estadual Marcia Lia (PT). "Com imensa tristeza que recebo a notícia do falecimento do meu companheiro Adauto. Deixa saudade e um exemplo de boa gestão, sempre com bom humor e aberto ao diálogo", diz ela em nota.



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON