Publicidade

cotidiano

Chuva assusta moradores e causa estragos em Araraquara

Em um curto período de tempo choveu o equivalente a 33,8 milímetros em Araraquara

| ACidadeON/Araraquara -

Veículo foi levado pela enxurrada no bairro do Santana (Foto: Leonardo Silva/Colaboração)
Após quase uma hora de chuva intensa, Araraquara registrou diversas ocorrências nesta quarta-feira (19). Com um volume de chuva de 33,8 milímetros, em espaço curto de tempo, a cidade sofreu com alagamento - que gerou interdição na Via Expressa e na entrada pela Domingos Zanin, além de pelo menos dez quedas de árvores, que foram atendidas pelo Corpo de Bombeiros. 

"Foi horrível, eu achei que ia morrer. O carro não pegava, a chuva encobria o carro, eu só achava que ia morrer, eu e meus filhos. Quando cheguei em casa, eu só chorava de emoção por ter conseguido chegar", afirmou a cuidadora de idosos, Rosana Mariano, de 44 anos.   

Ela viveu momentos de terror, ao lado dos filhos de 24 e de seis anos. Ela estava em seu veículo e que se desesperou com a força da chuva.  

"Eu deixei um filho no curso e fui com meus outros filhos ao shopping. Na volta eu vi que estava chovendo, minha filha falou para esperar um pouco. Deu uma paradinha e nós fomos. Eu ia subir a Avenida 36 [Avenida Francisco Salles Colturato], mas estava com o trânsito lento e decidi virar a Rua 16 [Castro Alves].   

Fui em direção ao Centro, mas conforme subi, a água já estava subindo no carro, sacos de lixo boiando, moto no chão, um rapaz segurando na grade e meu carro acabou parando. Foi uma cena horrível. Eu consegui fazer o carro pegar, mas foi desesperador. Meus filhos tentavam me acalmar falando que tudo ia ficar bem, mas só fiquei mais calma mesmo, quando cheguei com meus filhos em casa", relatou. 

 

Veículo foi levado pela enxurrada em Araraquara (Foto: Redes Sociais)

 ACOSTUMADO
Já para o morador da Rua dos Libaneses, a chuva de ontem assustou, mas quem mora naquela região está acostumado com as grandes enxurradas.

"Quem mora aqui já sabe, quando começa a chover, é melhor guardar o carro, pois a enxurrada leva embora. Infelizmente arrastou a Variante e ficamos muito nervosos até saber se tinha alguém dentro do veículo ou não. A gente não tinha como chegar até o carro, pois estava bem na parte mais alta da enxurrada. Ficamos esperando pra ver se alguém pedia ajuda ou dava algum sinal. Quando vimos que não tinha ninguém, foi um verdadeiro alívio", afirmou o atendente comercial Leonardo Silva, de 24 anos.

Leonardo contou ainda que no cruzamento da Rua dos Libaneses com a Avenida Professor Jorge Corrêa fica o pior ponto de alagamento. Para evitar acidentes, ele abriu o portão e foi alertando os motoristas a não passarem por ali. 

"Quem mora há mais tempo aqui lembra de um fato muito triste, que ocorreu anos atrás. Na ocasião tinham carros estacionados próximo à sede de campo do Clube 22 e muitos foram arrastados. Além disso, uma adolescente acabou sendo levada pela enxurrada e seu corpo foi encontrado dias depois. Toda vez que chove assim, eu me lembro desse fato e, por conta disso, tento evitar que ocorra novamente, orientando os motoristas, sempre que possível", concluiu.


Mais notícias


Publicidade