cotidiano

Especial coronavirus

Vacinação contra covid por drive-thru ficará somente no Cear a partir de segunda (29)

O posto montado no Sesc deixará de funcionar após quase 10 meses de atendimentos ao público; Eliana Honain, secretária da Saúde, ressaltou importância da parceria

| ACidadeON/Araraquara -

Vacinação contra a covid-19 no esquema drive-thru prosseguirá em Araraquara apenas no Cear
A partir da próxima segunda-feira (29), o esquema de drive-thru para vacinação contra covid-19 em Araraquara será feito somente no pavilhão do Centro de Eventos de Araraquara (Cear). Após quase 10 meses atendendo ao público para a vacinação, o Sesc Araraquara vai desativar o serviço.

A secretária municipal da Saúde, Eliana Honain, ressaltou a importância da parceria do Sesc Araraquara com a Prefeitura, através do gerente da unidade, Daniel Hanai. Segundo ela, a iniciativa da instituição facilitou o acesso da população à vacina contra a covid-19 em um momento de grande demanda.

"Desde o início de fevereiro, quando começamos a receber os primeiros lotes da vacina, num momento crítico da pandemia, com a situação epidemiológica preocupante, a diretoria do Sesc se prontificou a ajudar, participando ativamente da batalha contra a doença", destaca Eliana.

"Por isso, gostaria de agradecer, em nome da população de Araraquara, toda a dedicação que o Sesc teve, desde o início do processo de vacinação contra a Covid até agora, sendo um grande parceiro. O gerente Daniel [Hanai] e todos os seus funcionários, assim como as equipes de saúde que ali atuaram, não mediram esforços para ajudar na imunização da nossa população. Gratidão eterna por tudo o que vocês fizeram e proporcionaram para Araraquara neste enfrentamento à Covid-19", declarou a secretária.

Assim, a partir da próxima semana, continuarão atendendo ao público o drive-thru do Cear, das 8 às 12 horas, e as unidades de saúde da Vila Xavier, Jardim Iedda, Selmi Dei I, Vale do Sol, Bueno de Andrade e Assentamento Bela Vista, das 8 às 15 horas. 

ATENDIMENTO

Continuará a aplicação da primeira dose em adolescentes de 12 a 17 anos, gestantes, lactantes e puérperas e pessoas de 18 anos ou mais, além da segunda dose de todos os imunizantes. Já a terceira dose tem como público alvo adultos de 18 a 59 anos, idosos com 60 anos ou mais e profissionais da saúde, que tenham completado a imunização com duas doses há pelo menos 5 meses, em todos os polos de vacinação.

As pessoas imunossuprimidas, com HIV, transplantadas e pacientes em tratamento quimioterápico, que tenham tomado a segunda dose há pelo menos 28 dias, também continuarão recebendo a terceira dose na unidade do Sesa.

Prossegue ainda a complementação do esquema vacinal das pessoas que vão viajar para o exterior, desde que apresentem a passagem para comprovar a viagem: quem tem só a primeira dose pode antecipar a segunda dose, respeitando o intervalo de 21 dias para a vacina da Pfizer e 28 dias para a vacina Astrazeneca.

Já quem tomou as duas primeiras doses da Coronavac e pretende viajar para países que ainda não incluíram esse imunizante na lista de vacinas autorizadas, pode tomar a terceira dose da Pfizer, respeitando o intervalo de 28 dias da segunda dose.

Mais notícias


Publicidade