ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Polícia Civil tenta identificar 3ª vítima de acidente na Estrada de Ferro

Homem é negro, magro, usava um colar e tinha tatuagem grande no peito

| ACidadeON/Araraquara

Vítima ainda não identificada tem tatuagem no peito
*Atualizada às 9h09 - A família identificou a vitima do acidente como sendo o jovem Marcos Henrique Barbosa Ribeiro, de 21 anos.

A Polícia Civil ainda tenta identificar a 3ª vítima fatal do grave acidente registrado na madrugada desta quinta-feira (28), na Avenida Estrada de Ferro, próximo da Penitenciária de Araraquara.  

O homem é negro, magro, tinha um colar e uma tatuagem grande no peito, do lado esquerdo. O rapaz era o passageiro do VW Gol conduzido por Saint Clair Ferreira Bastos, de 37 anos. O carro teria atingido a traseira da moto Honda CG Titan, com placas de Américo, quando o motociclista, Paulo Cesar Briganti, de 50 anos, reduziu a velocidade para passar por uma lombada.  

Apesar de estar no carro de Saint Clair, a família do motorista não o conhece já que várias pessoas eram contratadas temporariamente para trabalhar com ele. O rapaz era gesseiro.  Se você conhece, procure o IML ou ligue para a funerária Sinsef (16) 3461 8400.
 


O acidente  

De acordo com informações preliminares, os dois veículos trafegavam no sentido Américo Brasiliense Araraquara. O VW Gol, conduzido por Saint Clair Ferreira Bastos, de 37 anos, teria atingido a traseira da moto Honda CG Titan, com placas de Américo, quando o motociclista, Paulo Cesar Briganti, de 50 anos, reduziu a velocidade para passar por uma lombada. No carro tinha ainda um outro rapaz que até agora não foi identificado. Ele é magro, moreno tem uma tatuagem grande no peito.  

Depois da batida o carro ainda subiu em um barranco de mais de dois metros de altura, atingiu pelo menos duas árvores e uma placa de sinalização. O impacto foi tão violento que o teto do carro chegou a ser arrancado, assim como o capô. O automóvel foi parar a mais de 40 metros do ponto de impacto e a moto, desgovernada, ainda se arrastou pela pista por mais 75 metros, aproximadamente.  

Homens do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros chegaram rapidamente ao local, mas nada puderam fazer. Com múltiplas fraturas pelo corpo, os dois ocupantes do veículo e o motociclista morreram na hora. A identidade deles ainda está sendo confirmada pelas autoridades policiais.  

O carro ficou completamente destruído. Os ocupantes eram gesseiros e carregavam no porta malas vários equipamentos e materiais de construção que ficaram espalhados por todo caminho. A moto também sofreu diversas avarias. Ambos os veículos foram recolhidos por um guincho do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).  

A Polícia Científica foi chamada, analisou o local e deve emitir um laudo sobre as causas da colisão e também detalhes sobre a dinâmica do acidente. Esse material será fundamental para ajudar a Polícia Civil na investigação do caso que foi registrado pela Polícia Rodoviária.  

Os corpos foram recolhidos pela funerária Sinsef e levados para o Instituto Médico Legal onde serão submetidos a necropsia.  

Outro acidente  

Horas antes, ainda na quarta-feira (27), um jovem de 22 anos também morreu em um acidente de moto na Avenida Domingos Ferrari Júnior, no Jardim Iguatemi.  

Não se sabe o que teria acontecido, mas o rapaz, identificado como Thiago Miranda de Oliveira, perdeu o controle da moto e bateu em um poste. Ele teve ferimentos na cabeça. Chegou a ser socorrido pelo SAMU, mas não resistiu aos ferimentos.  


Veja também