Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Criminosos aplicam golpes em famílias de pacientes internados em Hospital

Diretor do Hospital Estadual de Américo Brasiliense alertou que a instituição não faz pedidos de dinheiro e todo o tratamento é gratuito

| ACidadeON/Araraquara

Os familiares de pacientes internados em hospitais públicos da região voltaram a receber ligações de golpistas pedindo dinheiro. O Hospital Estadual de Américo Brasiliense informou que não faz esse tipo de pedido e alerta a população para o golpe. As informações são da EPTV Central.

Na segunda-feira (28), dois familiares de pacientes internados receberam a ligação de um homem, que se apresentou como médico da instituição.
 

O Hospital Estadual de Américo Brasiliense. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Em uma das ligações, o criminoso disse que se chamava Dr. Eduardo e solicitou R$ 5 mil para ajudar no custeio dos medicamentos. 

"Ele disse que meu marido precisava tomar uma medicação que o SUS não cobria e eles tinham a medicação, mas tinha que pagar, era particular", contou a mulher, que preferiu não se identificar por segurança.

Desconfiada, a mulher disse que o pedido cheirava a golpe e o falso médico desligou. 

Tratamento é gratuito
Segundo o diretor administrativo do Hospital Estadual de Américo Brasiliense, Mário Menezes, golpes como esse são recorrentes.  

"A gente faz uma intervenção rápida, aciona imediatamente a polícia e, até agora, nossos pacientes não tem caído no golpe. Mas de tempos em tempos eles retornam", disse.   

Diretor de hospital diz que casos são recorrentes. (Foto: Reprodução EPTV)

O diretor alerta os familiares para que não respondam ou enviem dinheiro quando solicitado, pois todos os custos são gratuitos para os pacientes.  

"Nenhum hospital público cobra nada. O SUS paga integralmente todo o tratamento dos pacientes", afirmou.  

Em caso de receber as ligações, Menezes pede que as pessoas avisem imediatamente o Hospital Estadual de Américo Brasiliense, pelo telefone (16) 3393-7800, e acionem a polícia.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON