Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

Economia

Comércio espera crescimento de 5% nas vendas para o Dia dos Pais

Algumas lojas preparam promoções para impulsionar as compras nesta data

| ACidadeON/Araraquara

Comércio está animado com a venda de Dia dos Pais (Fotos: Amanda Rocha)
O Dia dos Pais está chegando e uma injeção de ânimo foi dada no comércio de Araraquara. As lojas começaram agosto esperando crescimento de até 5% em relação ao ano passado, segundo uma sondagem feita pela reportagem do portal A CidadeON. O ticket médio das compras deve variar de R$ 60 a R$ 100 e na próxima sexta-feira (10), a lojas ficam abertas até às 22h para atender os consumidores.  

Embora a economia apresente melhora, o crescimento do consumo ainda deve ser lento e gradual. "O país ainda passa por muitas incertezas, tanto políticas quanto econômicas. Estas razões fazem o consumidor ficar mais cauteloso e pensar em comprar o essencial", explica o presidente da Federação das Câmaras Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo, Mauricio Stainoff.  

As lojas de confecções, calçados, perfumes, ferramentas e eletrodomésticos são as que mais esperam crescimento.  

Gisele Marçola, responsável por uma loja de confecções masculina, está otimista. A loja abriu há quase dois meses e o movimento já cresceu bastante.  
Gisele espera um crescimento na venda para o Dia dos Pais (Fotos: Amanda Rocha)
"Será o nosso primeiro Dia dos Pais, mas a data é sempre boa para o varejo de confecções", afirma ela, que para este ano aposta em peças jovens, com malhas e estampas diferenciadas. "As pessoas querem presentear, mas querem agradar e muitos buscam algo diferente", diz ela.  

Na loja de calçados, a expectativa também é grande e para isso brindes estão sendo oferecidos e até uma viagem será sorteada entre os clientes. "Dia dos Pais é uma data boa e sempre vendemos bem. Claro, que o movimento maior é esperado na semana que vem, quando inclusive, na sexta-feira, as lojas ficam abertas até às 22 horas", reforça o gerente Geraldo de Oliveira.

Larissa Brefe, vendedora de uma loja de perfumes, reforça que as fragrâncias importadas são boas opções para presentes. "As vendas aumentam, muitos filhos querem agradar", diz ela.

Veja também