Aguarde...

Economia

Bares e restaurantes pedem retorno das mesas e cadeiras para as calçadas

A medida visa aumentar os atendimentos nos estabelecimentos Araraquara

| ACidadeON/Araraquara

Sindicato pede retorno das mesas na calçada por parte de bares e restaurante (Foto: Reprodução)
 
O retorno de mesas e cadeiras nas calçadas, pra atender clientes de bares e restaurantes de Araraquara foi o pedido feito para o prefeito Edinho Silva (PT) por Fernando Pachiorotti, presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (Sinhores), em uma reunião na última terça-feira (28). Neste momento de crise causada pela pandemia do coronavírus, a medida seria uma forma de atender mais clientes e ajudar na recuperação econômica das empresas.  

Assim como o comércio, na fase amarela do Plano São Paulo de Flexibilização, bares e restaurantes passam a atender por seis horas. Entretanto, um novo decreto que regulamenta o novo horário deve sair na semana que vem e passa a valer dia 5 de agosto. 
 
Pachiorotti explica que vários restaurantes já trabalhavam com mesas nas calçadas, inclusive com demarcação de distanciamento e esse direito foi suspenso no início da pandemia. "Ao ar livre tudo indica que a circulação de ar fica favorecida. Então defendemos que as mesas na calçada dão mais segurança para os clientes, além de proporcionar mais espaço para atender a todos de forma segura", defende ele. 

O presidente do Sinhores diz que está otimista e acredita que a partir de agora a economia deve se recuperar. "Nós devemos voltar a operar por seis horas, mesas na calçada também estão sendo estudadas, além da volta, com restrições de higiene no serviço de buffet", diz ele. 

Para o representante dos bares e restaurantes, Araraquara está fazendo um ótimo trabalho durante o Plano de Flexibilização. "Em virtude disso acredito em uma recuperação econômica melhor que em outras regiões", reforça. 

Vale lembrar que o comércio de rua e shoppings também terão horário estendido a partir do dia 5 de agosto.

Mais do ACidade ON