Aguarde...

Economia

Seis em cada dez comerciantes de Araraquara esperam queda nas vendas

Insegurança com o emprego e a renda, causada pela pandemia do novo coronavírus, tem feito os consumidores cortarem o que consideram supérfluo, diz pesquisa do Sincomércio

| ACidadeON/Araraquara

Comerciantes acreditam em vendas modestas no Dia das Crianças (Foto: Reprodução EPTV)
 
Uma pesquisa do Sindicato do Comércio Varejista (Sincomércio) de Araraquara aponta que seis entre dez lojistas da cidade esperam queda nas vendas para o Dia das Crianças, comemorado na segunda-feira (12).

A insegurança com o emprego e a renda, causada pela pandemia do novo coronavírus, tem feito os consumidores cortarem o que consideram supérfluo. 

A pesquisa do Sincomércio ouviu 40 comerciantes que vendem produtos ligados ao público infantil, como roupas e brinquedos.

Entre aqueles que acreditam em um faturamento menor, 91% afirmaram que a queda na circulação de consumidores e as restrições aos horários de funcionamento do comércio vão afetar as vendas.

O levantamento mostra ainda que o valor gasto pelo consumidor com presentes deve ficar 13% menor do que no ano passado, em torno de R$ 158. 

Por outro lado, o Dia das Crianças pode representar um alívio depois de vários meses com o comércio fechado, disse João Delarissa, pesquisador do Sincomércio.

"Os próprios comerciantes já afirmaram que esperam sim um aumento do faturamento, ainda que singelo, e isso com certeza ajuda manutenção do fluxo de caixa e dos seus empreendimentos", diz. 

Em uma loja de artigos infantis na cidade, a estratégia são os anúncios nas redes sociais. "A gente está facilitando o pagamento, colocamos vários itens em promoção", afirma a gerente, Mirela Tauber.

A comerciante Mariana Machado disse que esperava queda nas vendas, mas se surpreendeu. "Nos últimos dias houve crescimento nas vendas, aumentou 30% em relação ao ano passado", conta. 

O empresário Douglas Pichinin aproveitou o sábado para escolher o presente do filho de um ano.

"Ele fez aniversário no começo da pandemia e não teve festa. Com isso, tem que ter presenta no Dia das Crianças, é a alegria deles, então o presente não pode faltar", diz.

Mais do ACidade ON