Heroica, Ferroviária derrota Timão em Araraquara

Placar histórico foi construído por gol irregular de Alan Mineiro e atuação de gala do goleiro Tadeu

    • ACidadeON/Araraquara
    • Tom Oliveira
Beto Boschiero
Ferroviária 'ressuscita' no Paulistão após vencer Timão em Araraquara (Beto Boschiero)

 

Foi chorado e com um gol irregular. Mas a Ferroviária se superou na Arena da Fonte neste domingo (19) e derrotou o melhor time do Paulistão até aqui, o Corinthians. O gol sofrido veio em um pênalti que Alan Mineiro bateu na trave e no rebote, o meia da Ferroviária aproveitou, matou a bola (no braço) e mandou a bola para as redes.

Depois do gol, a Ferroviária teve que aguentar a pressão corinthiana, que não foi pequena. O técnico Fábio Carille apostou em Pedrinho, garoto revelado pela base do Timão, e a pressão foi forte até o final do jogo. Mas a Ferrinha, heroica, segurou o resultado que dá, além dos três pontos, uma esperança para os três últimos jogos do campeonato.

Tadeu, o goleiro afeano, foi o personagem do jogo. Em sua primeira partida como titular no Campeonato Paulista, ele deu conta do recado e parou o ataque do Timão.

Nos últimos minutos do jogo, a AFE fez sua parte e segurou o ímpeto do Timão. Nas arquibancas, a torcida cantou o 'Eu acredito'. No final do jogo, a torcida vibrou como nunca nesse campeonato e passa a acreditar que é possível permanecer na elite paulista.

Detalhe importante é que este jogo marcou a estreia do terceiro uniforme da AFE, azul, em homenagem aos 200 anos de Araraquara.   

VEJA FOTOS.

Primeiro tempo
Desde o começo, a partida entre a AFE e o Timão foi agitada e com várias chances de gols para ambos os lados. Como a Ferrinha precisava dos três pontos, não podia ficar jogando atrás e esperando o adversário atacar.

Foram ao menos quatro chances de gols para os dois lados na primeira etapa, mas as redes não balançaram, muito por conta da boa atuação dos goleiros Cássio e Tadeu.

O resultado
O Corinthians, pouca coisa muda. O Timão já está classificado para a próxima fase e tem uma margem grande de pontos para manter a primeira colocação no grupo A. Já a Ferrinha, vai a 9 pontos, deixa a lanterna do campeonato e aumenta o sonho de permanecer na elite paulista em 2018.
 


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.