Publicidade

lazerecultura

Dia do Ferroviário terá festa em Araraquara neste sábado (30)

Museu Ferroviário celebra o dia com visitação, feira de artesanato, chorinho e gastronomia

| ACidadeON/Araraquara -

  

 

Museu Ferroviário de Araraquara (Foto: Amanda Rocha)

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Araraquara vai comemorar o Dia do Ferroviário, neste sábado (30) com uma programação diversificada na antiga sede da estação ferroviária, onde está localizado o Museu Ferroviário Francisco Aureliano de Araújo. A programação  é gratuita, das 10 horas às 16 horas.

O evento é realizado pela Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, por meio da Coordenadoria de Acervos e Patrimônio Histórico . 

HOMENAGEM
A festa em homenagem aos trabalhadores das estradas de ferro que ajudaram no desenvolvimento das cidades da região de Araraquara conta com: o Museu Ferroviário aberto para visitação, feira de artes e artesanato, shows musicais com chorinho e música instrumental e gastronomia. Toda a programação é gratuita.

O coordenador de Acervos e Patrimônio Histórico, Weber Fonseca, lembra que "o evento é um convite para toda a comunidade, famílias e amigos celebrarem uma das identidades que caracterizam nossa cidade: a fundamental colaboração da cultura ferroviária no nosso desenvolvimento e cotidiano."  

 ATIVIDADES CULTURAIS  

A festa neste sábado contará com feira de empreendedores locais, organizada pelo Coletivo Ê.mana Artes; exposição de três maquetes com a Associação de Ferreomodelismo de Araraquara; chorinho e música instrumental ao vivo, com a participação de Oliver Kofi e Grupo (11h), Sarambeque (13h15) e Trio Zabumbê (14h45); além das delícias do cardápio do Açaizeiro, Bolaria e Cervejaria Papilas, à venda na área de gastronomia.

Vale destacar que o Coletivo Ê.mana Artes leva um time de 27 produtores independentes ao Museu Ferroviário. Com trabalhos artesanais produzidos em Araraquara e região, os artigos se dividem em diversos segmentos, como: decoração, autocuidado, gastronomia, infantil, moda e acessórios.

Para animar a festa, o chorinho e a música instrumental comandam o ritmo da festa, com Oliver Kofi e Grupo, Sarambeque e Trio Zabumbê. Oliver Kofi e Grupo abrem a programação às 11 horas, com música instrumental brasileira. Chorinho, samba, bossa nova, baião, frevo, entre outros ritmos estão no programa. Com: o guitarrista e violonista Oliver Kofi, Conrado Silva (bateria e percussão) e Bruno Bento Costa (cavaquinho).

A apresentação do grupo Sarambeque, às 13h15, traz a pesquisa que norteia as atividades do grupo com muita variedade rítmica, melódica e harmônica do choro, na tentativa de entender as suas diferentes manifestações, como o choro sambado, o choro-seresta, o maxixe, o tango brasileiro e a valsa.

Por fim, às 14h45 é a vez do Trio Zabumbê, formado pelo guitarrista Fabiano Marchesini, o baixista acústico Cleber Fogaça e o baterista Beto Figueiredo. O trio apresenta uma sonoridade forte e marcada pela criatividade.

Atenção para os comes e bebes, com a gastronomia de qualidade do Açaizeiro, Bolaria e Cervejaria Papilas - parceiros gastronômicos que irão preparar as delícias a serem comercializadas durante o encontro. Sucos, sanduíches naturais, açaí, salada de frutas, bolos, pães, cookies, cervejas e chope artesanais: haverá uma variedade grande de produtos frescos para satisfazer os visitantes.  


SOBRE O MUSEU 

O Museu Ferroviário Francisco Aureliano de Araújo, inaugurado em 2008 nas dependências da antiga Estação da Ferrovia (um prédio construído em 1912) estará aberto para visitação e os interessados poderão conhecer as diversas salas deste patrimônio. Ótima opção para crianças, jovens e adultos.

Entre as atrações: o Saguão de Entrada Dr. Antônio Tavares Pereira Lima com características originárias; a Sala do Chefe da Estação (Sala Geraldo Cândido), apresentando móveis e objetos de época; Sala de Comunicação, com aparelhos que garantiam a segurança do trânsito ferroviário; Sala do Ferreomodelismo (Sala Ênio Frâncica), com maquetes de miniestações e trens; Sala dos Ferroviários (Sala João Batista), com fotos dos formandos da EFA, entre outros objetos; Salão Principal, na Sala Manoel Marques de Jesus, com uma exposição de ferramentas, luminárias, lampião, material gráfico.

Também, um painel de 7,5 metros, com a "Linha Do Tempo", apresenta a história da ferrovia, da década de 1930 até hoje. Atenção ainda para a Sala Memorial do Imigrante: neste espaço é possível observar objetos e documentos que representam as culturas italiana, japonesa e portuguesa, que chegaram em Araraquara.

SERVIÇO:

Comemoração Dia do Ferroviário

Local: Museu Ferroviário Francisco Aureliano de Araújo

Dia: sábado (30 de abril)

Horário: das 10 às 16 horas

- Visita às dependências do Museu Ferroviário

- Feira de artes com Coletivo Ê.mana Artes

- Exposição de maquetes com a Associação de Ferreomodelismo de Araraquara

- Chorinho e música instrumental ao vivo: Oliver Kofi e Grupo (11h), Sarambeque (13h15) e Trio Zabumbê (14h45)

- Cardápio gastronômico: Açaizeiro, Bolaria e Cervejaria Papilas






Publicidade