Publicidade

lazerecultura

Músico de Araraquara mantém viva a cultura do reggae na cidade

No dia Nacional do Reggae, o músico Pedro Neves comenta sobre a data e influências musicais

| ACidadeON/Araraquara -

 

O músico Pedro Neves desenvolve vários projetos atrelados ao reggae em Araraquara (Foto: Arquivo pessoal)

  

 

 

 

 

 

 

 

 


Os ritmos musicais sempre estiveram presentes na vida do produtor musical Pedro Neves, de Araraquara. Mas foi através do reggae que ele entendeu o significado maior da música. 

Estilo musical da Jamaica, o reggae é um movimento cultural do final dos anos 60 que junto à filosofia rastafári influenciou inúmeros compositores, inclusive de outros gêneros como o rock. 

No dia 11 de maio é comemorado o Dia Nacional do Reggae, em homenagem a data que marca a morte de Bob Marley, o ícone maior do gênero. 

"Bob Marley e Peter Tosh são essenciais, são escola para todo mundo que passar a ouvir reggae", apontou Neves. 

RASTA
Para o músico, o reggae está além de um gênero musical, pois proporciona uma mudança significava de vida através do rastafári. 

O "rasta" mistura elementos religiosos, sociais, culturais e foi fundado por negros jamaicanos nos anos 30 do século passado, sendo um alicerce do reggae. As principais características são os hábitos alimentares, o uso de dreadlocks nos cabelos e o consumo da cannabis como elemento ritualístico. 

O movimento cultua o último imperador da etiópia, Haile Selassie I, como a representação de Deus (Jah). 

"O reggae proporciona uma mudança muito grande para quem leva a sério a filosofia da música que vem junto com o rastafári, que apoia a ideologia de não comer carne, não fumar tabaco e meditar para Jah. Acredito que o reggae não é só um estilo musical mas uma forma de transformação e união social, porque aceita todas as tribos, desde a afinidade com punks, entre outros. Creio que é uma vertente que mais abrange outros estilos e sempre está em constante mudança", avaliou.  

 

O músico comanda o Dubwise Sound System e é referência do reggae e dub em Araraquara (Foto: Arquivo pessoal)

 

 DUB LIFE

Músico versátil, Pedro já esteve envolvido em vários projetos de reggae na Morada do Sol. Desde 2004 comanda a programação do "Jamaica Paulista", da rádio Uniara. Hoje é baixista da banda Front Liner Reggae Band e está por trás do Dubwise Sound System. 

"Araraquara já teve várias bandas de reggae, já toquei baixo e escaleta em algumas. Hoje sou baixista na Front Line que não tem vocalista fixo", contou. 

A Front Line Reggae Band está na ativa desde 2007 e é a primeira banda de apoio do interior paulista, pioneira na execução de "Riddim's" jamaicanos dando suporte a diversos MC's e vocalistas do reggae, rap e raggamuffim. 

Neves comentou que uma das suas grandes paixões dentro dos subgêneros do reggae é o dub - uma mixagem instrumental do ritmo jamaicano. 

"Pesquiso sobre o reggae, principalmente sobre o dub, que é uma mixagem do reggae, que desenvolveu várias vertentes musicais, como o drum´n´ bass e o rap. Lee Perry e Mad Professor são grandes influências para mim, entre tantos outros", apontou. 

O músico realiza mixagens analógicas influenciada por Lee Perry em seu canal do Youtube. 

Recentemente, ele fez apresentações no Bar do Zinho e Quintal do Bigode. Para acompanhar o trabalho do músico, confira as suas redes sociais.



Mais notícias


Publicidade