Aguarde...
24/07/2020

Pedro de Toledo: a história preservada de Araraquara

A história da Pedro de Toledo começa em 1.860, quando o local foi escolhido para acolher o primeiro cemitério de Araraquara. Na época, os enterros em igrejas começavam a ser proibidos, por uma questão sanitária, e o município precisou construir um lugar fora cidade para realizar os sepultamentos.

"Aqui era um descampado e, pode ser difícil imaginar, mas aqui [Rua Carlos Gomes Rua 6] já foi considerado fora da cidade. Então eram feitos os sepultamentos durante esse período de barriga entre a proibição de sepultamento em igrejas e a inauguração do cemitério São Bento, nas décadas finais do século XIX", explica Teresa.

A historiadora conta que com o tempo essa memória foi se perdendo, mas acabou ressurgindo no ano de 2011, quando uma ossada apareceu durante a reforma da Escola Estadual Antônio Joaquim de Carvalho. Escola fundada no ano de 1922 e que foi construída no lugar do antigo cemitério.

"Os pedreiros encontram uma ossada e as pessoas se perguntavam como?. Com isso, a história acabou voltando e me lembro que naquele momento me convidaram para ver a ossada. Antigamente, não havia tantos recursos como temos hoje, então não seria surpresa se mais ossos fossem encontrados aqui", ressalta.

Comentários