Aguarde...

Política

PDT e PSB fecham bloco para disputar as eleições municipais

Partidos seguem exemplo nacional e anunciam a construção de frente política para disputa da Prefeitura em outubro

| ACidadeON/Araraquara

PDT e PSB devem seguir juntos visando as eleições de outubro (Foto: Divulgação)

A exemplo do que ocorre em diferentes cidades brasileiras, o PDT e PSB de Araraquara devem caminhar juntos nas eleições de outubro. Lideranças das duas legendas se reuniram, nesta quinta-feira (12), e selaram a composição de uma frente chamada "Araraquara Tem Jeito". 


O objetivo do grupo é apresentar nas eleições um projeto político diferente para a cidade, que vem sendo trabalhado em diferentes encontros entre filiados e simpatizantes desde o ano passado. Além disso, querem se apresentar como alternativa ao grupo capitaneado pelo MDB e PSDB, os partidos ligados ao bolsonarismo ou o atual prefeito. 

"Já estamos conversando há algum tempo no sentido de uma união de esforços do PSB e do PDT e isso se confirmou ontem com a formação de um bloco, uma frente e juntos tentar atrair outras forças que estão nesse campo para ter uma candidatura própria em Araraquara", explica o presidente do PSB local, Orlando Mengatti, o Nino. 

Na análise do líder do PDT na cidade, Pedro Baptistini, o grupo vê a necessidade de apresentar algo diferente do que está sendo colocado pelos partidos tradicionais. Para ele, há uma polarização política que existe há 20 anos na Morada do Sol.
"São 20 anos de uma alternância de poder entre um mesmo grupo praticamente e estamos falando em opção nova. Lá na frente vamos conciliar os interesses do município com as questões programáticas, com projetos dos partidos em relação ao município e decidir quem vai encabeçar esse processo", afirma. 

Questionados sobre uma possível composição entre PDT e PSB com o bloco anunciado na última semana entre MDB e PSDB, ambos os líderes partidários descartaram qualquer possibilidade. Segundo eles, apesar de conversar com todas as legendas, as chances de união com o centrão são pequenas. 

Em relação a nomes para a disputa eleitoral, tanto Nino, quanto Baptistini afirmam que mantém suas pré-candidaturas à Prefeitura, porém, lá na frente devem decidir quem deve disputar a preferência do eleitor nas urnas pelo grupo. Sobre a procura por novos partidos, a adesão deve ser debatida de forma conjunta entre as legendas.

Mais do ACidade ON