Aguarde...

Política

Pastor Hugo defende valores cristãos e a família tradicional

Vereador eleito pelo Republicanos afirma que gabinete estará aberto para atender toda a sociedade

| ACidadeON/Araraquara

Pastor Hugo (Republicanos), vereador em Araraquara (Foto: Divulgação/Câmara)
 

Representar os evangélicos, valores cristãos e a família tradicional. É assim que Pastor Hugo (Republicanos) define quais serão as prioridades de seu mandato na Câmara de Araraquara. 

A preocupação com a Saúde Pública e zeladoria também serão pautas do vereador, que promete ser favorável a cidade e votar bons projetos "independente de onde eles saiam, seja da base ou da oposição", 

Hugo Pereira Adorno, de 54 anos, é pastor na Igreja Universal do Reino de Deus. Nas eleições de 2020, obteve 1.316 votos para cumprir seu primeiro mandato como vereador.  

Pastor Hugo é o sétimo entrevistado, de 18 vereadores que responderão aos mesmos questionamentos. As entrevistas serão publicadas de segunda a sexta-feira.

A ordem das publicações segue a votação recebida por cada um dos parlamentares nas urnas.   

Pastor Hugo (Republicanos) tomou posse para seu primeiro mandato como vereador (Foto: Divulgação/Câmara)

Confira a íntegra da entrevista com Pastor Hugo (Republicanos):

1 - Na sua avaliação, qual deve ser o papel do Legislativo? 

Pastor Hugo: A função básica de um vereador é de fiscalizar o poder Executivo, criar leis e representar as pessoas na Câmara Municipal. Mas isso é o mínimo que se espera de um vereador, em nosso mandato queremos nos dedicar muito mais na questão de atender aos anseios da população.

2 - No que se identifica e porque está em seu partido? 

Pastor Hugo: Embora o partido Republicanos tenha como base muitos pastores evangélicos e cristãos, nós estamos no partido principalmente por causa das bandeiras defendidas e da forma de pensar e agir em prol da sociedade.

3 - Quais serão suas bandeiras neste mandato? 

Pastor Hugo: O nosso gabinete está aberto para atender a toda a sociedade e as comunidades da nossa cidade, porém, irei defender e representar os evangélicos, os valores cristãos e a família tradicional, fui eleito para defender e representar essa parcela da sociedade. 

Vamos estar atentos para a saúde em nossa cidade. É uma área que precisa de muita atenção, pois, existem muitos pontos que precisam melhorar (unidades básicas, pronto atendimentos, exames). 

Outro ponto importante de nosso mandato será na questão de zeladoria da cidade, os araraquarenses têm nos questionado muito nessa questão. São buracos, matos em calcadas, terrenos e casas abandonadas, parques, praças e bosques. 

Há muito o que fazer pela nossa Araraquara. 

4 - O ano de 2021 ainda deve sofrer os impactos da pandemia, com filas na saúde e crescimento do desemprego e empobrecimento da população. Na sua avaliação, como a Câmara pode contribuir para amenizar estes impactos? 

Pastor Hugo: Bom, de forma direta a Câmara não pode atuar, ou seja, não conseguimos resolver diretamente essa questão. Mas podemos atuar em conjunto com o poder executivo através de aprovação de créditos adicionais e podemos também solicitar junto aos deputados, estaduais e federais, emendas parlamentares para ajudar no enfrentamento a covid-19 aliviando o sistema público de saúde. E essas emendas também podem ajudar no desenvolvimento de outras áreas da cidade como educação, infraestrutura, economia, entre outros. 

5 - Na última legislatura 82% das leis de autoria dos vereadores foram para dar nome próprios públicos e promover inclusões no calendário de eventos do município. Qual sua opinião sobre isso e acredita ser possível mudar essa realidade? Se sim, como? 

Pastor Hugo: Ao criar uma lei municipal esbarramos em alguns limites, como constituição estadual, federal e regulamentos de órgãos públicos. Talvez seja por isso que a última legislatura tenha esse índice na autoria de leis. Para mudar esse cenário é necessário ter um bom estudo em leis que já ajudaram outros municípios a se desenvolver e também situações que precisam mudar para melhorar a nossa cidade. 

6 - Como deve se posicionar na Casa de Leis? Será base governista, oposição ou terá uma postura independente e por quê? 

Com certeza não seremos oposição e nem situação, estamos aqui para atender a cidade. Fomos eleitos para representar as pessoas e atender as necessidades da sociedade. Somos favoráveis a cidade, aquilo que for bom seremos a favor, independente da onde saia, quer seja da base quer seja da oposição. O que queremos é que Araraquara se desenvolva. 

CURIOSIDADES SOBRE O VEREADOR:
Um ídolo: 
Não tenho ídolo, tenho uma pessoa que admiro que é o Bispo Edir Macedo pelo exemplo de vida;
Inspiração política:  -;
Time do coração: Corinthians;
Um livro de cabeceira: Bíblia Sagrada;
Estilo musical preferido: Gospel;
Em apenas uma palavra, no seu mandato na Câmara não pode faltar? Seriedade.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON