PMDB contesta Edinho e diz para "deixar as lamentações de lado"

Comunicação do atual prefeito afirma que pautará pela total transparência e divulgação de todos os dados públicos

    • ACidadeON/Araraquara
    • Claudio Dias

A Executiva do PMDB de Araraquara enviou nota ao ACidadeON e Jovem Pan Araraquara contestando o que classificou como “infeliz e equivocada” a entrevista dada pelo prefeito Edinho Silva, ao Jornal Regional no dia 7 de fevereiro. Ao fazer a análise do início de mandato, o atual chefe do Executivo listou propostas e problemas enfatizando que a situação na Prefeitura é grave e pior do que ele imaginava. Para o PMDB, é preciso “deixar as lamentações de lado”. Já a Secretaria de Comunicação, também em nota, afirma que se pautará pela total transparência e divulgação de todos os dados públicos, que são de interesse da comunidade araraquarense.

Situação na Prefeitura é grave e pior do que imaginei, diz Edinho Silva

De acordo com o texto assinado pelo presidente Executiva do PMDB de Araraquara, Aluísio Braz, o Boi, “o governo que terminou em 31 de dezembro de 2016 deixou a Prefeitura em condições financeiras totalmente saneadas diante da grave crise que assolou o Brasil a partir de 2013, levando o país a uma profunda recessão. É inaceitável que um governo se ocupe de denegrir a gestão anterior em vez de administrar a cidade e deixar as lamentações de lado”.

Ele afirma que as contas do município foram expostas durante a transição de governo, entre o ex-prefeito Marcelo Barbieri e o atual Edinho Silva. Essa exposição ainda foi elogiada pela própria equipe do atual prefeito e pelo Tribunal de Contas do Estado. “Os restos a pagar, devidamente registrados nos documentos de transição, são inferiores à arrecadação do mês de dezembro. Não existem outras dívidas e a situação financeira da Prefeitura sempre foi abertamente tratada pelo governo anterior e divulgada na imprensa”.

Na entrevista, Edinho mostrou preocupação diante do débito com a Receita Federal. Em nota, a Executiva do PMDB afirma que depois de conquistar o certificado de entidade filantrópica a Gota de Leite está isenta do passivo de INSS, em torno de R$ 7 milhões. A tão falada dívida da Prefeitura com o INSS também não existe, pois a matéria está em julgamento no Superior Tribunal Federal (STF) e o placar, neste momento, é de seis contra três votos.

Já as rescisões de funcionários da CTA, segundo Boi, foram integralmente pagas pelo governo do PMDB. “É importante que se esclareça que a CTA tem um grande patrimônio para fazer frente ao passivo de INSS sem onerar os cofres do município”. A nota ainda fala sobre a mudança na concessão das linhas de transporte coletivo e nas 330 obras entregues, entre elas sete novas creches com a criação de 2,5 mil vagas, três UPAs e a Gota de Leite.

Outro lado

Também em nota, a Secretaria de Comunicação da Prefeitura afirma que “a situação fiscal e estrutural da Prefeitura de Araraquara já está, infelizmente, incorporada à "cultura recente" da cidade, seja pelo completo desabastecimento das unidades de saúde, seja pela inexistência de frota para manutenção das vias, seja pela deterioração dos espaços públicos, seja pela inexistência de insumos básicos necessários para a prestação de serviços à população. Citando aqui alguns exemplos sentidos cotidianamente pela população. As maiores testemunhas do atual quadro administrativo são os próprios servidores municipais”.

Em relação aos números do endividamento do Município, de acordo com a Comunicação do atual prefeito, eles serão públicos em breve, na divulgação do balancete referente ao exercício de 2016. “Portanto, não cabe aqui alimentar qualquer polêmica desnecessária. A atual administração reitera seu comprometimento com a transparência dos números públicos e divulgação de informações de interesse da sociedade. E reafirma seu compromisso em trabalhar incansavelmente para superar a atual situação enfrentada pela cidade”.
 


7 Comentário(s)

Comentário

Janaina Antero

Publicado:

Infeliz e equivocada foi a gestão do PMDB, incompetente, insuficiente e sem ética, a pior gestão da historia de Araraquara, o pior prefeito que Araraquara já teve foi Marcelo Barbieri do PMDB

Comentário

marcelo francisco

Publicado:

BOI, UM PSEUDO POLÍTICO QUE DISSE AMÉM A TUDO QUE O BARBIERI DISSE E FEZ, BOI SEMPRE DO LADO DELE E CONTRA OS INTERESSES DO PÚBLICO, NÓS SIM LAMENTAMOS A INCAPACIDADE QUE ELES TIVERAM E MOSTRARAM TÃO INCOPENTENTES QUE ACABARAM COM TUDO DE BOM QUE TINHA A CIDADE, AGORA QUE ELE QUER JUSTIFICAR NÃO CONDIZ COM A REALIDADE QUE SOFREMOS DURANTE OS 8 ANOS, , FOI RÉU POR PRIVATIZAR A SAÚDE, FOI RÉU PELO MP POR por terceirizar “ilicitamente” a saúde pública e desprezo à 'ordem judicial e seus fundamentos, como se ela simplesmente não existisse', foi condenado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo pela contratação de um escritório de advocacia sem licitação,estimativa é que tanto o prefeito, quanto o escritório tenham que devolver cerca de R$ 1 milhão . O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) condenou, em segunda instância, o prefeito Marcelo Barbieri (PMDB) por improbidade administrativa ao contratar um escritório de advocacia, sem licitação, para atender a Prefeitura. O Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a decisão da 1ª Vara da Fazenda Pública de Araraquara, dada em maio de 2015, e condenou Barbieri à devolução do valor total de R$ 1 milhão referente a compras de lousas digitais. Os valores pagos pelo município foram considerados superfaturados.OBS: SENDO QUE O ESTADO FORNECE GRATUITAMENTE ESSES SOFTWARES DAS LOUSAS GRATUITAMENTE AOS MUNICÍPIOS PARA AS ESCOLAS. Em segunda instância, o Tribunal de Justiça de São Paulo manteve nessa terça-feira (13-12-2016), a decisão proferida pela 1ª Vara da Fazenda Pública de Araraquara em maio de 2015, determinando o ressarcimento integral no valor superior a R$ 1 milhão pelo superfaturamento e favorecimento à vencedora no processo de compra de lousas digitais pela prefeitura. BOI E OS ALIDADOS ESTIVERAM COM BARBIERI E FIZERAM SÓ ESTRAGOS... ATÉ AGORA NÃO SABEMOS QUE FIZERAM COM O NOSSO DINHEIRO , PAGAMOS IMPOSTOS E ELES NÃO FIZERAM NADA E NÃO CUIDARAM DA SAÚDE , EDUCAÇÃO, INFRAESTRUTURA ASFÁLTICA, E AINDA CULPAM A CRISE

Comentário

Luiz

Publicado:

Infelizmente nada do que o PMDB diga vai apagar a péssima gestão que o prefeito fez durante esses anos. De longe a pior gestão que presenciei para o município de Araraquara. A situação é realmente lamentável. Sempre fui contra o PT, mas vejo nesse governo uma luz para as tantas melhorias que nossa cidade demanda!

Comentário

Weberson

Publicado:

O plano de saúde São Francisco (ex - Benemed) aumenta em uns 50 % a mensalidade e, se precisar internar, a Beneficência Portuguesa está fechada, acho que tem que ser levado para São Carlos.

Comentário

ADILSON LUIZ

Publicado:

Não leva em consideração o que o boi fala, abriu mais uma upa mas os funcionários era os da vila que fechou e depois abriu com numero reduzido de funcionários, o prédio da cta é um patrimonio mas para regularizar para a venda ,devido a contaminação de diesel no solo fica muito caro,ou seja quase impossível a venda, administraram mal a cidade e não quer assumir o seu péssimo "governo".

Comentário

ARTHUR

Publicado:

GOVERNO BARBIERI SUCATEOU A CIDADE INTEIRA BURACOS, MATOS , SUJEIRA, SAUDE , ETC... É UMA ADMINISTRAÇÃO QUE JAMAIS VAMOS ESQUEÇER POR TANTO DESCASO COM NOSSA ARARAQUARA ENFIM PÉSSIMO DOS PÉSSIMOS...

Comentário

José Dantas Alves

Publicado:

Boi vai cortar cabelo e o que você sabe fazer Quanta a prefeitura deixe para o Edinho que já tem bastante experiência ...Boi você foi a muleta do Barbieri.