19 de julho de 2024
- Publicidade -
Tudo Saúde

Como se contrai bactéria de necrotério?

Médica viralizou no Tik Tok após compartilhar história de paciente que foi infectada com bactéria de necrotério

Médica viralizou no Tik Tok após compartilhar história de paciente que foi infectada com bactéria de necrotério. (Foto: Reprodução/Freepik)

Recentemente, viralizou na internet o caso de uma mulher que teria procurado ajuda para para tratar um forte odor e coceira na vagina e descoberto que havia contraído um tipo de “bactéria de necrotério”. O relato foi divulgado no Tik Tok pela médica Larissa Pereira Faria, que costuma usar a rede social para compartilhar histórias inusitadas de hospitais.

Segundo Larissa, a paciente de 43 anos procurou a unidade médica em que ela trabalha, depois de passar por diversos profissionais e fazer tratamentos que não resolveram seu problema.

“O odor era tão forte que ela se sentia constrangida em sair de casa”, contou a médica em um vídeo que já conta com mais de 500 mil curtidas e 50 mil compartilhamentos.

A médica, então, explica que após internar a paciente e investigar o caso, chegou a conclusão de que a mulher havia sido infectada por um bactéria que costuma estar presente em cadáveres. O microrganismo teria sido transmitido pelo próprio marido.

LEIA TAMBÉM

Quando se deve tomar vacina da dengue?

Como é feito o transplante de rim?

- Publicidade -

Como se contrai bactéria de necrotério?

Um simples corte na pele de alguém que tocou um morto pode favorecer a entrada de agentes patogênicos no organismo. Isso porque todo cadáver tem potencial infeccioso e, uma vez que entra em processo de decomposição, as bactérias presentes se intensificam e podem causar infecções sérias, principalmente em quem que já está com o sistema imunológico debilitado.

Ainda segundo Larissa, no caso de sua paciente, o homem transmitiu a bactéria para a esposa por meio de relação sexual, após praticar necrofilia com corpos no necrotério onde ele trabalhava.

- Publicidade -

LEIA MAIS

Por que Meca é sagrada? Cidade sofre com onda de calor

Compartilhe:
Larissa de Morais
Formada pela Universidade São Francisco, é repórter no Tudo EP | ACidade ON, site de entretenimento da EPTV, onde também foi assistente de mídias digitais e estagiária de jornalismo. Com passagem por sites de entretenimento e jornalismo independente, tem experiência em redação de material jornalístico para editorias de diferentes segmentos de hard e soft news e em produção de conteúdo para a internet.
- Publicidade -
plugins premium WordPress