Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Conheça 14 expressões racistas que você usa sem saber

Quando expressões como a coisa tá preta ou "denegrir" se tornam naturais, é indício do quanto o preconceito está incorporado à sociedade

| ACidadeON/Araraquara

Expressões discriminatórias ainda estão presentes no vocabulário das pessoas (Foto: Amanda Rocha)
Corrigir as desigualdades é um passo fundamental para que se construa uma sociedade mais justa. Há expressões que são usadas no dia-a-dia das pessoas que denotam discriminação com os negros e negros, colocando essa população em situação de subalternos, assim como suas produções culturais, incluindo sua religiosidade. 

No Brasil ninguém se declara racista, embora quase todos conheçam alguém que o seja. Segundo o Ibope, de cada dez brasileiros, dois assumem ser racistas, mas sete admitem já ter feito alguma declaração discriminatória pelo menos uma vez na vida.  

Rita de Cássia Ferreira é presidente do Conselho Municipal de Combate à Discriminação e ao Racismo (Comcedir) e diz que a palavra chave para acabar com as expressões discriminatórias é reeducação. 

"Precisamos pensar em uma educação antirracista. Pensar no significado destas palavras, no racismo estrutural presente em cada uma delas. O lado negro da força, por exemplo, negro é sombrio, o negro é visto como sujo, como do mal e não é nada disso", reforça.   

O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado, em 20 de novembro. É também a data de morte de zumbi dos palmares. Para reforçamos a importância de uma sociedade mais igualitária, o portal ACidadeOn/Araraquara listou algumas expressões que devem ser banidas do vocabulário, do discurso opressivo para com os negros. Algumas expressões aparentemente não parecem ofensivas, mas são. Fique atento!

1- Denegrir
A palavra denegrir é recorrente quando a pessoa está sendo difamada. É uma palavra vista como pejorativa e seu real significado é "tornar negro". Se tornar algo negro é maldoso temos um caso de racismo.  

"No meio acadêmico denegri é muito usado como algo maculado, manchado, mas não é esse o real significado da palavra", explica Rita de Cássia.

2 - Inveja branca
Mais uma expressão que associa o negro ao comportamento negativo. Inveja é algo ruim, mas se ela for branca é suavizada.

3 - Amanhã é dia de branco
Essa expressão tem muitas explicações. De acordo com estudiosos e por explicações do senso comum, tal afirmação foi criada em alusão ao uniforme da marinha. Outra justificativa para a declaração é feita com menção a nota de mil cruzeiros, que possuía a estampa do Barão do Rio Branco e, portanto, usava trajes brancos. Resumindo, dizer que o dia posterior é "de branco" significa que é um dia de trabalho ou de ganhar dinheiro. Mas, sabe-se que tal dito popular foi ganhando sentidos preconceituosos, uma maneira de demonstrar a "inferioridade dos negros"

"Essa expressão mostra a inferioridade do negro como trabalhador que é", explica Rita de Cássia.

4 - Serviço de preto
Ainda falando sobre a questão do trabalho tem a expressão serviço de preto, usada para descrever um trabalho ruim, malfeito. "Mais uma vez o preto sendo colocado como ruim e o branco como bom", diz.

5 - A coisa tá preta
A expressão diz que se a coisa está preta, não está agradável.

6- Mercado negro
O mercado negro é aquele que promove ações ilegais. Mais uma vez a palavra negra sendo sinônimo de ilícito.

"Estas expressões deixam claro que o negro é sujo e o que é branco é limpo, é legal", reforça Rita.

7- Da cor do pecado
Essa expressão é usada como elogio, para descrever a beleza da cor da pele negra, mas em uma sociedade onde pecar é algo negativo, a pessoa ser da cor do pecado é mais uma ofensa.

"Essa expressão também é associada a negra fogosa", explica Rita de Cássia.

8 - Morena/Mulata
Muitas pessoas acreditam que chamar a pessoa de negra é ofensa e por isso, tentam amenizar com a palavra morena.

E nesta lista está também a expressão mulata que vem da palavra mula, um filhote do cruzamento de cavalo com jumenta.

"As mulatas eram as negras usadas para o cruzamento inter-raciais não consentidos, daí seus filhos que são os mulatos. É uma expressão pejorativa".

9- Cabelo Bombril, cabelo duro, cabelo de piche
Rita diz que estas expressões racistas que mais uma vez associam o negro ao que é feio, ao que é ruim.

10 Samba do crioulo doido
Título do samba que satirizava o ensino de Historia do Brasil nas escolas do pais nos tempos da ditadura, composto por Sergio Porto (ele assinava com o pseudônimo de Stanislaw Ponte Preta). No entanto, a expressão debochada, que significa confusão ou trapalhada, reafirma um estereótipo e a discriminação aos negros.  

11- Ter um pé na cozinha
Forma racista de falar de uma pessoa com origem negra. Infeliz recordação do período da escravidão em que o único lugar permitido às mulheres negras era a cozinha da casa grande.  

12 - Não sou tuas negas
A mulher negra como "qualquer uma" ou "de todo mundo" indica a forma como a sociedade a percebe: alguém com quem se pode fazer tudo. Escravas negras eram literalmente propriedade dos homens brancos e utilizadas para satisfazer desejos sexuais, em um tempo no qual assédios e estupros eram ainda mais recorrentes. Portanto, além de profundamente racista, o termo é carregado de machismo.

13- Meia tigela
Os negros que trabalhavam à força nas minas de ouro nem sempre conseguiam alcançar suas "metas". Quando isso acontecia, recebiam como punição apenas metade da tigela de comida e ganhavam o apelido de "meia tigela", que hoje significa algo sem valor e medíocre.

14- Feito nas coxas
A origem da expressão popular "feito nas coxas" deu-se na época da escravidão brasileira, onde as telhas eram feitas de argila, moldadas nas coxas de escravos.

"Os escravos tinham diferentes portes físicos, causando a fabricação de telhas completamente desiguais e, consequentemente, telhados desnivelados, por isso, a expressão dá um tom de serviço mal feito. Mas uma vez o ruim associado ao negro e isso é racismo", finaliza Rita de Cássia.



Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON