Aguarde...

cotidiano

Araraquara confirma mais três mortes e junho já soma 19 vítimas fatais da covid-19

Com alta de casos positivados para coronavírus, Araraquara segue em estado de alerta para um novo lockdown

| ACidadeON/Araraquara

Araraquara segue em estado de alerta por causa do alto índice de positivados (Foto: Amanda Rocha)
 
Araraquara registrou nesta sexta-feira (11), mais três mortes em decorrência da covid-19, somando 465 mortes desde o início da pandemia. Contando as mortes desta sexta, junho soma 19 vítimas fatais da doença.   

Os três óbitos registrados nas últimas 24 horas são: mulher de 67 anos, com comorbidade, internada em hospital da rede pública desde o dia 3 de junho; mulher de 54 anos, com comorbidade, internada em hospital da rede pública desde o dia 3 de junho e mulher de 43 anos, sem comorbidade, internado em hospital da rede privada desde o dia 25 de maio.
 
A cidade segue em estado de alerta por conta da alta nos casos de coronavírus. Somente neste mês são 1.799 confirmações.

Neste terça-feira, 193 novos casos foram positivos, o equivalente a 18,73% de 1.030 amostras analisadas nos serviços públicos e privados de saúde e nos setores econômicos e sociais do município, ou seja, sintomáticos e também assintomáticos testados na busca ativa. Considerando apenas os sintomáticos que procuraram os serviços de saúde, esse percentual sobe para 24,19% de 781 amostras, sendo, destas, 189 positivados. 

Araraquara soma 23.282 casos confirmados de covid-19. 

Em cumprimento ao decreto municipal em vigor, o Comitê de Contingência do Coronavírus, mais uma vez, estabelece sinal de alerta para toda a cidade, considerando hoje a taxa de positividade dos testes em geral (sintomáticos e assintomáticos), que foi superior a 15%, e a taxa de positividade dos testes realizados em indivíduos sintomáticos, superior a 20%. 

ATENÇÃO LOCKDOWN 
De acordo com o decreto municipal, para que os segmentos econômicos de Araraquara continuem abertos para atendimento presencial, a taxa de positividade para covid-19 nos testes não pode ultrapassar de 30% dos pacientes ou de 20% nos testes em geral (contando sintomáticos e assintomáticos) por três dias consecutivos ou por cinco dias alternados dentro de um prazo de sete dias de intervalo. Caso esses índices sejam ultrapassados, a abertura das atividades econômicas será suspensa para o controle da pandemia pelo prazo de, no mínimo, sete dias. 

O Comitê permanece atento ao avanço da Covid-19, acompanhando os números da pandemia, e volta a chamar a atenção para a importância do cumprimento das medidas sanitárias que podem conter a transmissão do vírus na cidade.
A conscientização de todos é fundamental e a proximidade do fim de semana preocupa demais, porque inúmeras irregularidades vêm sendo registradas e coibidas pela força-tarefa da Prefeitura que circula pelas ruas cobrando o cumprimento do decreto municipal. 

"Muitas pessoas têm desafiado o vírus e colocando a vida em risco em festas clandestinas e reuniões realizadas em áreas de lazer, bares, além de aglomerações em praças, postos de combustíveis e outros pontos da cidade. Por isso, é sempre importante ressaltar que, por mais que os serviços se organizem, essa batalha tem que ser de todos. A população em geral deve evitar aglomerações, respeitar a restrição noturna de circulação e, principalmente, usar máscaras corretamente, cobrindo boca e nariz. Não é hora de relaxar e é obrigação de todos zelar pela vida", diz a nota do Comitê.
 
DOENTES E INTERNADOS
Nesta sexta-feira, do total de confirmados, 1.147 permanecem em quarentena e 21.670 já saíram. Aguardam resultado de exames 746 amostras. 

Em relação às testagens realizadas nos setores econômicos e sociais do município, foram aplicados no dia 10 de junho, 249 testes, em 6 estabelecimentos, sendo 4 positivados em diferentes estabelecimentos dos setores de serviços. 

Hoje, 205 pacientes estão internados. Destes, 108 estão em enfermaria 2 suspeitos e 106 confirmados. E 97 confirmados estão na UTI.

Com relação às internações nos serviços hospitalares que disponibilizam leitos para Covid-19 (públicos e privados), a cidade conta hoje com uma taxa de ocupação de 67% de leitos de enfermaria e 86% de UTI.

Do total de 205 internados, 111 são moradores de Araraquara e 94 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade, sendo que 43 estão em enfermaria e 51 estão em UTI.


Todos os positivados, assim como seus comunicantes, estão sendo monitorados pelas equipes da Secretaria Municipal da Saúde. O objetivo é orientar e cobrar o cumprimento da quarentena.
Araraquara já aplicou, até o momento, 109.700 doses, sendo 71.690 da primeira dose e 38.010 da segunda dose.
Os dados sobre os bairros com casos confirmados e o perfil dos positivados podem ser consultados em link disponibilizado pela Prefeitura, em parceria com o grupo Urbie, Grupo de Inovação e Extensão em Engenharia Urbana da Ufscar. (https://arcg.is/neO5H).
As informações oficiais sobre o enfrentamento do Coronavírus no município estão no site www.araraquara.sp.gov.br e nas redes sociais da Prefeitura de Araraquara.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON